Casas

Restauração dá toques provençais à casarão centenário no interior de SP

Silvana Maria Rosso

Do UOL, em São Paulo

Com as grandes varandas e janelões típicos das fazendas de café, o casarão centenário, implantado no alto do terreno, rodeado de mata e iluminado o dia todo pelo sol, foi adquirido para funcionar como residência fixa de um casal e dois filhos, que adoram receber nos fins de semana.

A casa estava em boas condições, mas precisava de uma reforma, como afirma a arquiteta Cris Negreira da Estúdio ON, responsável pela interferência. Negreira conta que o piso de ladrilho hidráulico estava irrecuperável; as paredes eram pintadas de uma tonalidade de rosa antigo e as portas, de madeira, de tom cru. A arquiteta lembra ainda que iluminação estava precária e os móveis eram quase inexistentes. O teto precisava ser recuperado por completo.

Os clientes solicitaram a arquiteta a criação de novos ambientes, espaços que não eram de uso na época em que a casa foi construída, como sala de TV, suítes com closets e uma área de lazer. Além disso, a casa deveria ser, ao mesmo tempo, de manutenção prática e aconchegante, além de integrada com a área externa.

Preservação

"A relação com o cliente foi muito intensa e positiva. Entre projeto e implantação o processo durou três anos", revela Cris contando que a concepção preservou o existente e ampliou a construção, decorando-a com peças e detalhes que misturam os estilos colonial e provençal.

Com a reforma, a casa que tinha 400 m² passou a ter 1.500 m², mantendo a essência do projeto original, que, segundo a arquiteta, exigiu muita pesquisa. O projeto agregou ao corpo original uma nova ala, contendo, além das solicitações do cliente, sala de jantar, cozinha e escritório, ligadas por vãos e passagens existentes. Além disso, a proposta substituiu o antigo quiosque por uma generosa churrasqueira e acrescentou uma raia à piscina que recebeu borda e prainha.

De acordo com Cris, além da construção da nova ala, o projeto não exigiu mudanças estruturais, apenas estéticas na parte antiga do casarão, como a troca dos revestimentos de piso. "A maior dificuldade foi restaurar o teto de madeira e algumas áreas do ferro do guarda-corpo”, diz. Bastante trabalhado, o guarda-corpo exigiu mão-de-obra qualificada e difícil de encontrar.

Objetos e móveis garimpados em lojas especializadas deram toques provençais a decoração composta por peças antigas da família restauradas, levando sofisticação com toque francês aos interiores.

Ficha técnica

Fazenda no interior, São Paulo

Projeto de Cristina Negreira - Estúdio ON

Detalhes do projeto
  • Área Construída 1.500 m²
  • Início do Projeto 2002
  • Conclusão da Obra 2005
  • Projeto Cristina Negreira
  • Projeto de Paisagismo Anniverdi
Topo