Casa e decoração

Que tipo de condomínio tem mais a ver com você?

Getty Images
imagem: Getty Images

Descubra qual é o seu perfil, a partir do teste elaborado com a colaboração de Fábio Kurbhi, vice-presidente da AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios).

  • Getty Images

    Condomínio tipo clube

    Você e sua família vão se dar bem em um condomínio equipado, com lazer de sobra: piscina, sala de jogos, academia, quadras, área 'gourmet', churrasqueira e 'playground'. "Nesse tipo de condomínio, as famílias economizam o tempo de locomoção para realizar algumas atividades. É como um clube. Também é preciso considerar que a taxa de condomínio, embora um pouco mais alta, já inclui diversos serviços que teriam que ser pagos à parte, como uma boa academia", afirma Fábio Kurbhi.

  • Getty Images

    Condomínio com serviços especiais

    Você passa pouco tempo em casa mas, quando chega, quer toda a comodidade a que tem direito. Além disso, não se importa em pagar mais. Para atender suas necessidades há condomínios que, além da área comum, oferecem serviços de 'spa', lavanderia, limpeza, manobrista e até restaurante. "Quem opta por essa estrutura aprecia o conforto e não tem condições de cuidar de alguns afazeres domésticos, como lavar roupas. Nesse caso, há serviços inclusos na taxa condominal e outros que podem ser pagos separadamente", afirma Fábio Kurbhi.

  • Getty Images

    Condomínio com serviços básicos

    Suas respostas indicam que você aprecia o conforto e a segurança de um condomínio, mas não faz questão de ter muitos equipamentos, muito menos de uma área de lazer cheia de opções. Até porque não tem tempo de curtir tudo isso. Para você, um apartamento bem distribuído e um salão de festas comum já são suficientes. "Há condomínios com apenas um ou dois funcionários e portaria eletrônica 24 horas. Eles são ideais para quem não faz questão de equipamentos ou serviços adicionais e quer pagar um valor mensal mais baixo", afirma Fábio Kurbhi.

  • Getty Images

    Condomínio sem área de lazer

    Tudo indica que você não passa muito tempo em casa e prefere atividades em outros espaços da cidade. Assim, não dá muita bola para as áreas comuns do prédio. "Há pessoas que acordam, saem para trabalhar, voltam na hora de dormir e nem usufruem da estrutura fora de seu apartamento. Nesse caso, não há porque investir em um condomínio equipado, pois o gasto mensal não compensa", diz Fábio Kurbhi.

Topo