Casamento

Kate e William: um jantar de casamento "so british"

Getty Images
O príncipe William e Kate Middleton acenam para os moradores da ilha de Anglesey, no País de Gales (24/2/2011) imagem: Getty Images

Londres, 10 abr - Um bife flambado no uísque? Cordeiro ao molho de menta? Flan de banana? O menu do casamento do príncipe William e Kate Middleton, no dia 29 de abril, é um verdadeiro segredo de Estado, cuja única certeza é que será "So British" ("Bem britânico").

"Nos esforçamos sempre para colocar em destaque o que é britânico": Mark Flanagan, cozinheiro-chefe da Rainha Elizabeth II, não dirá nada, deixando os "chefs" especularem sobre o que vão comer os 300 convidados.

"Acho que eles vão servir patê de Gleneagles, que é uma terrina de truta, salmão e cavala defumados", explicou à AFP Darren McGrady. Apelidado de "The Royal Chef", o cozinheiro serviu a Rainha Elizabeth II e depois a princesa Diana até sua morte em 1997, bem como seus filhos, os príncipes William e Harry.

"Depois, cairia bem bifes gaélicos (flambados no uísque) ou um cordeiro orgânico de Highgrove", a fazenda do príncipe Charles, pai de William. Em 1986, um carré de cordeiro Paloise (Carré d'Agneau Paloise - ao molho de menta) foi servido no casamento do príncipe Andrew e Sarah Ferguson. Quanto à sobremesa, o "chef" aposta em um flan de banana, "o favorido do príncipe William".

O inevitável "fruitcake" (bolo de frutas) será servido. Encomendado da famosa confeitaria Fiona Cairns, que possui entre seus clientes o ex-Beatle Paul McCartney, Kate Middleton exigiu que o bolo fosse decorado com 16 flores simbolizando a felicidade (rosa), a ternura (lírio) e o casamento (hera).

Verdadeira obra de arte, o bolo ficará exposto durante a recepção, que acontecerá à tarde na majestosa Galeria de Quadros do Palácio de Buckingham, em meio a telas de Rembrandt, Poussin e Rubens.

Ao seu lado, estará uma outra sobremesa, a pedido do príncipe William desta vez: um bolo de chocolate confeccionado a partir dos famosos "tea biscuits" McVitie's. "O príncipe os adorava quando criança", explicou Paul Courtney, o "chef pâtissier" da McVitie's.

Topo