Casamento

O mundo espera ansioso para ver o vestido de Kate Middleton

Chris Jackson/Getty Images
Kate Middleton no Greenmount Agricultural College em Belfast, norte da Inglaterra (8/3/2011) imagem: Chris Jackson/Getty Images

LONDRES, 27 Abr 2011 (AFP) -São dois bilhões de telespectadores, 1.900 convidados e até dois bolos, mas quando o príncipe William e Kate Middleton se casarem na sexta-feira haverá apenas um vestido, e todos os olhos estarão sobre ele.

O grande 'must' do casamento real será a revelação do vestido escolhido por Kate, após tantos meses de mistério, para subir ao altar na Abadia de Westminster: o traje será, ao mesmo tempo, um símbolo de sua personalidade, de seu estilo e, principalmente, do tipo de rainha que ela pode um dia se tornar.

"É o vestido que receberá a maior e mais instantânea atenção global", estimou Edwina Ehrman, curadora de uma exposição sobre vestidos de noiva no Victoria and Albert Museum, em Londres, que será inaugurada em breve.

Todos os detalhes do vestido foram cercados do mais severo segredo, tanto dentro quanto fora do palácio, para garantir o máximo impacto quando Kate descer do Rolls Royce que a levará até a igreja - e também para garantir que as expectativas para a cerimônia mantenham-se no pico.

"Esse vestido é muito mais do que apenas um vestido", afirmou Alexandra Shulman, editora da Vogue britânica, em um artigo.

"O vestido dela não é simplesmente seu vestido de noiva, mas sim uma grande bandeira, simbolizando seu gosto, seu comprometimento (ou não) com a moda, sua atitude em relação ao dinheiro num momento em que o país passa por dificuldades financeiras", listou.

A partir do momento em que aparecer para o mundo como esposa do príncipe William, Kate se tornará assunto principal de inúmeros blogs e tweets, enquanto lojas de roupa se esforçarão para reproduzir nas ruas a imagem da noiva real devidamente trajada para o 'sim'.

"Não podemos nos esquecer que este vestido será visto para sempre. Ela é nossa futura rainha", destacou a britânica Caroline Castigliano, estilista de vestidos de noiva.


A imprensa especula sobre diversos estilistas que podem ter sido selecionados para confeccionar o vestido de Kate - entre eles Sarah Burton, designer e diretora de criação da grife Alexander McQueen, que teria sido recomendada à noiva pela própria Alexandra Shulman.

Outra candidata aventada pela mídia é Sophie Cranston, estilista relativamente desconhecida que também trabalhou para McQueen antes de fundar a Libelula, sua própria marca.

Mas, na ausência de qualquer evidência mais concreta, os especialistas têm se contentado em tentar adivinhar que tipo de vestido cairia melhor em Kate de acordo com suas características físicas, ou que modelo seria mais adequado à noiva do segundo príncipe na linha de sucessão ao trono britânico.

A mãe de William, Diana, marcou uma geração inteira de noivas ao casar-se com o príncipe Charles em 1981 usando um volumoso vestido no melhor estilo conto de fadas, com uma longuíssima cauda e mangas bufantes. As tendências atuais, entretanto, pedem algo mais simples - e Kate também deve aproveitar ao máximo sua silhueta esguia e elegante.

Topo