Casamento

Noivo é condenado por alarme falso de bomba em local de casamento

Um noivo britânico foi condenado a um ano de prisão após dar um alarme falso de bomba no local que abrigaria seu casamento. Um dia antes da cerimônia, ele se deu conta de que não havia confirmado o local da festa.

 
Neil McArdle, 36 anos, executou o plano fracassado no dia do casamento, que iria ocorrer no prédio público St. George’s Hall, em Liverpool.
 
Em depoimento à Justiça, ele disse que não teve coragem de contar à nova, Amy Williams, a quem chamou de "o amor de sua vida", que o casamento planejado há tempos não aconteceria por uma falha sua.
 
No dia da festa, enquanto a noiva se trocava, ele foi até um telefone público e ligou para a recepção do local para alertar sobre uma bomba no prédio. Tentando alterar a voz, ele disse que não se tratava de um trote.
 
"Há uma bomba em St. George’s Hall e ela vai explodir em 45 minutos", disse.
 

Pego pela cunhada

O telefonema provocou correria no edifício, que foi evacuado em minutos. O alerta falso se deu onze dias após os ataques à bomba na Maratona de Boston, nos Estados Unidos.
A evacuação ocorreu quando a noiva já havia chegado ao local. Amy esperou do lado de fora, com familiares e convidados.
 
A mentira começou vir à tona quando a cunhada de McArdle, notando a apreensão do noivo, o acusou de estar por trás do alarme falso.
 
O trote se confirmou após a polícia rastrear a chamada. McArdle foi preso no mesmo dia, admitindo que entrou em pânico ao se dar conta de que não tinha reservado o local.
Amy permaneceu ao lado do noivo e o casal continua junto.
Topo