Casamento

Conheça os serviços de bufê mais comuns em casamentos e escolha o seu

Thinkstock
Bufê à americana é sugestão econômica, já que reduz número de garçons no casamento imagem: Thinkstock

Serviço à americana, à francesa ou à inglesa? Já reparou que, mesmo depois de contratar a empresa responsável pelo bufê e escolher o menu do casamento, ainda terá de decidir qual tipo de serviço mais combina com a recepção?

Para isso, é preciso saber as diferenças entre cada um deles. Mas seja qual for a escolha, tenha em mente que o mais importante é combinar o estilo da festa com o tipo de serviço. Afinal, de nada adianta escolher um serviço sofisticado, se a proposta do casamento for mais descontraída. Outra dica útil é levar em consideração o orçamento do evento e o número de convidados.

Abaixo, conheça os serviços de bufê mais comuns e tome nota das dicas que o Casamentoclick elaborou:

Serviço à americana: Popularmente conhecido como bufê, este é um dos serviços mais solicitados nas festas de casamento, já que os próprios convidados se servem. Na maioria dos casos, esta é uma opção mais econômica, pois o número de garçons pode ser reduzido. No entanto, as mesas do jantar precisam ser constantemente abastecidas e devem estar bem localizadas. A equipe do cerimonial deve ser ágil e eficiente para evitar tumultos e filas quilométricas. Uma ótima opção é replicar o mesmo buffet em diferentes pontos do salão de festa.

Serviço à inglesa: Neste serviço, a comida chega à mesa em bandejas e são servidas pelos garçons ao gosto dos convidados. Esta opção é ideal para evitar desperdícios. Para não haver mal-entendidos e agilizar o serviço, uma ótima sugestão é deixar o menu impresso em todas as mesas. Desta forma, os convidados já terão em mente o que pretendem comer. O ideal é que a troca de pratos --entrada, principal e sobremesa-- seja rápida, por isso indica-se que estejam disponíveis dois funcionários para cada mesa.

Empratado: Esta é uma das opções mais sofisticadas, já que os pratos são servidos individualmente e chegam à mesa, prontos e decorados. Casais que preferem um menu gourmet podem tranquilamente escolher esse tipo de serviço. O “maître” ou chefe da equipe de garçons deve estar atento para que todos os pratos sejam servidos ao mesmo tempo e os convidados possam degustar o jantar juntos.

"Finger food": Se a recepção é para poucos convidados, ainda é possível servir os pratos em pequenas porções. Esse conceito de "finger food" acabou virando queridinho de muitos, principalmente dos casais mais jovens. E nada de usar apenas guardanapo na hora de servir, já que pequenas louças, dos mais variados tipos, dão todo charme ao alimento e, inclusive, à decoração da festa. Só é necessário, no entanto, que os garçons circulem constantemente com variadas opções para nunca faltar nada para os convidados petiscarem. 

Topo