Casamento

Nove mil rosas equatorianas enfeitarão casamento do príncipe Albert

Amedeo M.Turello/Palais Princier Monaco via Getty Images
Príncipe Albert de Mônaco anuncia noivado com a ex-nadadora sul-africana Charlene Wittstock (23/6/2010) imagem: Amedeo M.Turello/Palais Princier Monaco via Getty Images

Quito, 23 jun (EFE).- Nove mil rosas equatorianas enfeitarão o casamento do príncipe Albert de Mônaco com a ex-nadadora sul-africana Charlene Wittstock, informou nesta quinta-feira Daniela Muñoz, coordenadora de Feiras e missões da agência estatal Pró-Equador.

As flores, doadas por 22 empresas equatorianas, são das variedades "creme de la creme", "mondial" e "anastasia", e vão decorar os jardins e salões onde serão realizados a cerimônia civil em 1º de julho e a religiosa, um dia depois.

Os 9 mil caules embarcaram nesta quinta-feira com destino à Amsterdã, para serem transportados depois ao sul da França e serem entregues em 27 de junho em Mônaco.

Muñoz comentou que o trabalho prévio para a apresentação das flores aos noivos foi realizado pela embaixada e o Escritório Comercial do Equador na França, em coordenação com a Associação Nacional de Produtores e Exportadores de Flores de Equador e o Instituto de Promoção de Exportações e Investimentos (Pró Equador).

"Ficaram encantados com a qualidade do rosa equatoriana", disse Muñoz, em referência à reação do príncipe e sua noiva ao conferirem as flores.

Membros das casas reais, chefes de Estado e personalidades mundiais estarão presentes no casamento real e poderão apreciar "por que as rosas equatorianas são consideradas as melhores do mundo", afirmou o Pró-Equador.

Topo