Cerimônia

Casamentos disparam na Ásia por causa da combinação de 11/11/11

EFE
Em Manila, na Filipinas, noivos participam de cerimônia coletiva (11.11.2011) imagem: EFE

Bangcoc - Milhares de pessoas de países do Sudeste Asiático se casaram nesta sexta-feira, abriram negócios ou fizeram outras atividades inspiradas na crença de que o dia 11 do mês 11 do ano 2011 é uma data favorável para se ter sorte.

A febre do 11/11/11 invadiu a Indonésia, onde, por causa da data, os casamentos aumentaram 100%, apesar de as autoridades terem elevado o valor dos trâmites burocráticos para evitar uma avalanche de cerimônias, informaram o departamento de Assuntos Religiosos e o escritório do Registro Civil.

Mesmo assim, milhares de casais do país decidiram se casar nesta sob influência da numerologia.

A coincidência da data com uma sexta-feira, considerada como feriado no calendário muçulmano, elevou ainda mais o número de casamentos.

Além de atrair os noivos, a data gerou mudanças em hospitais, algumas instituições não cobraram pelo parto dos bebês nascidos neste dia, além de marcar, para 116 militares indonésios de alta patente, seu primeiro dia de aposentadoria.

A famosa herdeira americana Paris Hilton participou da festa do "11/11/11" realizada na turística ilha de Bali com o tema "Faça um desejo que ele se tornará realidade".

Na Malásia, cerca de 500 casais, a maioria de origem chinesa, se casaram em um templo budista de Kuala Lumpur porque pela numerologia o dia significa "amor eterno".

Nas Filipinas, onde as superstições estão muito arraigadas à população, milhares de pessoas se reuniram às 11h11para rezar pela paz mundial na catedral de Dagupan, no norte do país.

Esta data considerada de bons auspícios também propiciou na Tailândia a celebração de casamentos e a abertura de negócios, embora em menor escala do que o esperado por causa das graves enchentes registradas em algumas regiões do país e em Bangcoc.

Topo