Casamento

Seleção musical da cerimônia de casamento deve levar em conta credo do casal; veja sugestões

Miro Martins/Divulgação
Marcha Nupcial e Mahler estão presentes na partitura durante apresentação da orquestra do maestro Renato Misiuk em casamento realizado na Sala São Paulo imagem: Miro Martins/Divulgação

Colaboração para o UOL

Cada ato da cerimônia pede uma música adequada ao momento. Em geral, são tocadas de cinco a dez canções, dependendo do tempo de duração do casamento, do local - nas igrejas é sempre melhor optar por um repertório sacro ou clássico -, da quantidade de entradas (alguns casais não têm madrinhas e pajens ou o cortejo dos padrinhos) e da quantidade de integrantes do coral e da orquestra - os pacotes com menos músicos também limitam o repertório. "Quanto mais entradas a cerimônia tiver, mais longa ela será. As com oito músicas costumam durar cerca de uma hora, já os com doze canções terão em torno de uma hora e meia", aponta Rita del Chiaro. 

Outra observação é quanto ao credo dos noivos. "Nas igrejas católicas, a "Ave Maria" (de Gounod) é muito usada, assim como a “Nona Sinfonia” (de Beethoven). Nas evangélicas, opta-se mais pelo "Pai Nosso" (de João Alexandre) e o "Agnus Dei" (de Michael Smith). Mas não há regras. Já fizemos casamentos com repertórios exóticos, só com músicas tiradas do filme "Conan, o Bárbaro", e outro inspirado em temas africanos, com músicas, coral e instrumentos típicos dessa cultura", conta Renato Misiuk.

E já que o assunto é originalidade e criatividade, o maestro Silvio Baccarelli, do Baccarelli Coral & Orquestra, completa: "Uma orquestra pode tocar quase todos os tipos de música, inclusive de bandas de rock como Iron Maiden, Van Halen, U2 e Coldplay, que ficam excelentes. Também já fizemos casamentos com repertórios temáticos, inspirados em filmes como “Superman”, “ET” e “Guerra nas Estrelas”. O único estilo musical que já fizemos e que realmente não fica bom com orquestra e coral é a música do “Yanni”, pois ele utiliza muitos sons digitais. De qualquer forma, evite também misturar diversos estilos durante a cerimônia ".
 

Letra e música personalizadas
Os mais românticos e dispostos a surpreender podem solicitar um serviço para lá de exclusivo, oferecido apenas pelo Coral del Chiaro: compor uma música tema dos noivos que, além de poder ser tocada durante a cerimônia, também dá para ser levada para casa (dos noivos e dos convidados), por R$ 60. "Entrevistamos o casal para descobrirmos elementos interessantes da história deles, para chegarmos ao tema da música. Depois, os noivos respondem a um questionário. O compositor então adequa todas as informações e compõe a letra. Em seguida, os noivos escolhem o estilo musical da canção, que pode ser rock, romântico, balada ou outros, e então a gravamos em estúdio, com a banda. Ela pode ser usada como CD lembrança para os convidados, como música de retrospectiva ou ser o pano de fundo da primeira dança dos noivos ou da entrada do salão", conta o maestro Danillo Ferreira.

Para cada ação, uma canção
Entrada dos padrinhos e do noivo
Momento em que quase tudo é permitido - de canções temas de filmes e clássicas a populares e mais alegres, instrumentais ou cantadas. Trata-se da primeira música do casamento, então ela não pode ser muito longa nem ter impacto exagerado, para não sobressair-se à próxima entrada, a da noiva.
Sugestões: "Canon" (Pachelbel); "Jesus Alegria dos Homens" (Bach), "Orinoco Flow", "Pompa e Circunstância", "Alla Horn Pipe", "Trompete Voluntário" (Purcell), "Homeland" (para cerimônias ecumênicas, ou seja, de qualquer religião).

Entrada das daminhas e pajens
Crianças trazem alegria e descontração, então prefira músicas mais suaves ou temas infantis. A entrada delas pode ser acompanhada por solos de violinistas e flautistas.
Sugestões: temas de filmes como "A Bela e a Fera" e "O Rei Leão", "Over The Rainbow", "Arioso" (Bach), "Minueto" (Bach ou Mozart). Para cerimônias ecumênicas, "Peter Piper", de Frank Mills.

E tocam os clarins...
Clarins e clarinadas (quando os músicos tocam em frente ao altar) é uma forma requintada de anunciar a entrada da noiva.
Sugestões: músicas curtas, mas de grande impacto, para preparar a canção que virá a seguir, e  instrumentos de metal (clarins, trombones, trompetes e trompas) e percussão.

Entrada da Noiva
O clímax da cerimônia pede músicas solenes e marcantes. A tradicional Marcha Nupcial ainda é a mais pedida em casamentos. Há dois tipos bem diferentes, a de Mendelssohn e a de Wagner. Se preferir uma música mais suave, esta precisa estar em equilíbrio com a tocada anteriormente.

Sugestões: "Conquista do Paraíso", "Marcha Nupcial" (Mendelssohn ou Wagner), "Glory" (D. Arkenstone) ou até mesmo temas de filme ou um clássico mais leve, como "Canon" (Pachelbel ou Divertissement).

Bênção e entrega das alianças
Por ser um momento mais profundo, pede músicas suaves e instrospectivas, como as sacras, acompanhadas por solo de violino ou cantadas por sopranos ou tenores solistas. Em casamentos católicos a Ave Maria é obrigatória, já nos evangélicos, o Pai Nosso.
Sugestões de músicas: "Ave Maria" (Gounod ou Schubert), para casamentos católicos; ou músicas de acordo com a religião dos noivos. Para cerimônias ecumênicas, "Ária da Quarta corda" (Bach).
 

Assinaturas
Como o momento é breve, a música pode ser dispensada e substituída por um fundo musical de curta duração.

Cumprimentos
Músicas alegres e românticas, inclusive as mais pessoais, que fizeram parte do romance do casal são indicadas devido à emoção do momento.
Sugestões: "Eu Sei Que Vou te Amar" (Tom Jobim), "Fantasma da Ópera", "Nessun Dorma", "Jesus Alegria dos Homens". Para cerimônias ecumênicas, "Dueto da Flores" (Léo Delibes).

Saída dos noivos
O momento mais alegre de todos pede música animada, com a performance de todos os integrantes da orquestra e coral.
Sugestões: "Con Te Partiro", "Pompa e Circunstância", "Trumpet Voluntary", "Nona Sinfonia de Beethoven", "Aleluia" (Haendel). (MILENE SPINELLI)

Topo