Casamento

Buquês de noivas vão além das clássicas rosas; conheça as tendências florais do momento

MAYARA ALVES

Colaboração para o UOL

Dentre a infinidade de flores existentes, fica difícil escolher qual ou quais são as ideais para compor o buquê para o casamento. Apesar de, segundo a florista Maria do Carmo, da Flor & Forma, a rosa ainda ser a mais pedida entre as noivas, hoje em dia, há uma grande abertura para a diversidade. Assim, ter um buquê que é “a sua cara” é uma possibilidade bem mais próxima.

Segundo Maria do Carmo, duas tendências são bem marcantes: os clássicos, com flores miúdas e variadas, e os modernos, mais diferentes e ousados. “Essa segunda tendência acaba trazendo um toque de ‘recém-colhido do jardim' ao buquê, com flores do campo misturadas a flores mais nobres, ou buquês de uma flor só, como callas ou orquídeas em cores mais marcantes, como fúcsia, amarelo ou terracota, ou ainda buquês de flores nobres com cores ousadas, como pink e preto”, diz.
 
Mix de flores
“Gosto de fazer misturas não só de tipos de flores como também de cores combinadas entre si. Fazem os buquês se tornarem únicos e com um estilo peculiar”, comenta a artista floral Bia Sandoval. Essa tendência é tão forte que Maria do Carmo lembra que dos quatro últimos casamentos reais, três das noivas carregaram buquês de flores variadas: a Princesa Victoria, da Suécia, com rosas, peônias, orquídeas phaleanópolis, cosmos e stephanotis; a Princesa Charlene, de Mônaco, que escolheu um buquê de orquídeas denphale e frésias; e a Zara Phillips, neta da Rainha da Inglaterra, com seu buquê de callas creme, erigium e cinerária.
 

  • Divulgação

    Flores tradicionais em cores fortes estão entre as tendências para buquês de noivas modernas

Flores que estão em alta
Segundo as especialistas, muitas noivas procuram as novidades. “As flores mais pedidas têm sido as rosas importadas, as buvadias, as tulipas e as peônias”, conta Bia Sandoval. Maria do Carmo ainda soma  callas a esta lista, e comenta que as peônias, muito populares nos EUA e na Europa, são uma ótima pedida para noivas antenadas, mas ressalta que essa espécie é difícil de ser encontrada no Brasil, pois a produção local começou há pouco tempo, então é preciso planejar com bastante antecedência se esta for a flor para o buquê dos seus sonhos.
 
Questão de estilo
O buquê, assim como todos os itens da festa, precisa estar de acordo com o estilo da noiva e da cerimônia. Segundo Bia Sandoval, “as noivas mais modernas costumam dar preferência para flores de caules lisos e longos, com poucas misturas, no máximo duas, e cores neutras. Já as mais românticas tendem a buscar buquês mais arredondados e cheio de flores como rosáceas e estrelinhas”.
 
Outro fator importante na concepção do buquê é o seu tamanho. “Ele deve acompanhar a altura da noiva e o estilo do vestido”, comenta Maria do Carmo. “Gosto de adequar o buquê desta maneira: maiores para as mais altas e menores e mais cheinhos para as noivas mignon”, completa Bia.
 
Se você for optar por adereços para complementar o buquê, saiba que eles estão na moda. “Os broches dão um toque elegante e retrô ao buquê; as fitas coloridas o modernizam; e o terço é um dos mais pedidos pelas noivas mais religiosas”, exemplifica Maria do Carmo.
 
Flores não recomendadas
As floristas garantem que bom gosto e apuro técnico fazem o sucesso de um buquê, mas Bia Sandoval dá um conselho: é sempre bom evitar flores delicadas demais e de pouca duração, já que o buquê pode passar de mão em mão e voltar para a noiva já quase desmontado. "As flores mais branquinhas saem inteiras do atelier mas são as mais difíceis de se manterem perfeitas até o final”, alerta.
 

Topo