Casamento

Brincadeiras e shows com dançarinos são as escolhas da vez para animar o chá da noiva

Thinkstock
O ideal é promover o chá da noiva por volta de três a quatro meses antes do casamento imagem: Thinkstock

Amanda Zacarkim

Do UOL, em São Paulo

As noivas podem recorrer a vários tipos de celebrações antes do casamento, como o chá bar, de cozinha ou de lingerie. Além de ganhar presentes nesses encontros, elas ainda vão se divertir com as pessoas queridas e fazer com que alguns convidados se conheçam antes do “grande dia”.

A profissional de relações públicas Pamella Machado, 25 anos, ficou noiva há seis meses, mas já organizou chá para as amigas com direito a passatempos estabelecidos em um roteiro. “Pesquisei muito e adaptei brincadeiras do chá bar e do chá de bebê até chegar a cinco jogos divertidos”, conta.

Você sabia?

As diferenças entre cada chá são determinantes para saber os tipos de presentes recebidos e para compor a lista de convidados.

No chá de cozinha, entram itens para a casa e, tradicionalmente, só participam mulheres, como amigas e parentes da noiva.

No chá de lingerie, acessórios e brinquedos sexuais para apimentar a vida íntima do casal fazem parte da lista, e apenas mulheres participam, de preferência familiares e amigas que não se sintam constrangidas com o tema.

Já a proposta do chá bar é unir homens e mulheres, como amigos e pessoas próximas do casal. Os drinks servidos durante a confraternização e itens para o bar também compõem a lista de presentes para o novo lar dos noivos.


Pamella acredita que o momento ideal para chamar os amigos para o chá é com uma distância de três a quatro meses do casamento. “Depois disso, são muitos detalhes ao mesmo tempo, como provas do vestido e toques finais da festa. A noiva não terá tempo de trocar os presentes antes de se casar”, explica.

Para ela, o mais importante é que as brincadeiras respeitem a noiva e convidados. “É legal ter uma coordenadora para organizar o chá, que pode ser uma assessora contratada, uma madrinha ou amiga da noiva, por exemplo. Essa pessoa deve conhecer a história do casal e saber um pouco dos convidados, para não ofender alguém ou gerar constrangimentos”, finaliza.

Jogos e brincadeiras
Uma decoração caprichada e músicas animadas na seleção dão um toque a mais ao chá da noiva. Pamella Machado acha que o sucesso das brincadeiras já é garantido a partir de dez pessoas, já que menos que isso pode deixar os jogos repetitivos, por causa da falta de participantes. Nas abas abaixo, conheça alguns passatempos selecionados pela noiva:

Shows de entretenimento
As brincadeiras não saem de moda, mas há outras opções no mercado para atender noivos moderninhos e os chás de lingerie. A assessora de casamento Jane Alves aposta em apresentações profissionais. “O entretenimento, com pessoas contratadas para isso, vai prender a atenção dos convidados e divertir sem colocar ninguém em saias justas”, afirma.

Jane costuma trabalhar com go-go boys, que realizam performances sensuais, em chás de lingerie (“desde que não estejam presentes senhoras de idade mais avançada, como a avó da noiva”). A ideia é organizar um clube das mulheres. O dançarino contratado ainda pode ficar disponível para participar das brincadeiras, além de encher os olhos das convidadas.

Outra opção é contratar uma drag queen, tanto para o chá de cozinha quanto para o chá bar. A apresentação varia de acordo com o estilo dos noivos e a faixa etária dos convidados. “A drag com quem trabalho é especializada em confraternizações de casamento. Ela se apresenta com duas ou três músicas, conta algumas piadas e faz as brincadeiras com o pessoal”, explica Jane.

Ainda vale convidar uma sexóloga para chás de cozinha ou de lingerie. “Ela dará dicas relacionadas ao sexo e a diversão é garantida quando fala de meios para esquentar a relação a dois”, diz a assessora de casamentos.

Em todos os casos, uma dica importante é explicar a história do casal e dos amigos presentes para o profissional contratado, assim ele saberá como e com quem brincar.

Topo