Decoração para casamento

Traje e escolha do fotógrafo garantem casamento com visual vintage

Mayara Alves

Do UOL, em São Paulo

Casamento ao estilo vintage garante um resultado bastante romântico e está em alta entre os casais. No entanto, se os noivos sonham com uma festa assim, precisam ficar atentos a alguns detalhes para que tudo corra perfeitamente. Em primeiro lugar, é importante saber que vintage é diferente de retrô. “Peças vintage são antigas de verdade, já as retrô são novas, mas produzidas com base em modelos do passado. Se a noiva, por exemplo, encomendar um vestido baseado em um modelo que ela viu em um livro de 1960, esse vestido é retrô. Já se ela conseguir comprar um real modelo da época, será vintage”, explica Marina Lomar, fotógrafa especialista em dar um toque antigo aos cliques do casamento.


Outro ponto importante é analisar se esse é mesmo o estilo de festa que combina com o casal. “Não pode parecer que o evento é uma festa à fantasia. O casamento é de verdade e o estilo deve ser compatível aos noivos”, alerta Marina. Mas se os noivos estão decididos que desejam incorporar o estilo "à moda antiga" ao evento, seguem dicas valiosas que vão ajudar a organizar um casamento vintage:

Garimpe
Conseguir objetos antigos de verdade não é tarefa fácil. “Por isso, abra os baús da família e faça uma visita ao sótão e porão da sua casa. Por lá, quase sempre tem algo que pode servir na decoração”, aconselha Luciana Cox, sócia da Flower People Decoração e Ambientação de Festas. E, neste quesito, é possível aproveitar bastante coisa. Não tenha medo ao escolher, já que vitrola e até máquina de escrever são bem-vindas.

Outra dica é começar o garimpo dos objetos com o máximo de antecedência. “O legal de um casamento vintage é que o casal pode economizar, pegando itens emprestados com as pessoas mais velhas da família. Esses objetos vão dar um valor afetivo ainda maior ao casamento”, afirma Marina. Por exemplo, brincos usados pela mãe, xícaras da avó, vestido da tia e assim por diante. “Se isso não for possível, você consegue achar peças na internet ou em brechós, como vestidos de noiva originais de 1930”, diz Marina.

Casamento diurno
Segundo Mayra Paris, assessora de casamentos da Paris Assessoria de Eventos, a luz do dia é importante aliada para imprimir o ar vintage ao cenário. “Esse estilo possui uma forte influência norte-americana. E, por lá, a maioria dos casamentos é realizado durante o dia. Além disso, as cores e a leveza do estilo são privilegiadas com a luz natural”, diz a fotógrafa Marina Lomar.

  • Thinkstock

    Aproveite a luz do dia para conseguir um efeito mais romântico nas fotos do casamento

Para conseguir esse efeito, Mayra aconselha um formato de festa mais descontraído, sem muitos protocolos e formalidades. Por exemplo, um almoço em um jardim ou um brunch em um domingo são exemplos que favorecem o evento. “Ainda é possível incluir ao cardápio itens que remetam a antigas memórias, como uma mesa de chá da tarde com bolos, suspiros e geleias, entre outros”, aconselha a assessora.

Decoração
“O vintage é um descombinado que combina. Por isso, aposte em cores, flores e estampas, abusando da diversidade. E capriche nos detalhes, como porta-guardanapos, forminhas de doces e fitinhas de bem-casado. São eles que farão toda a diferença no seu casamento”, aconselha Luciana Cox. No entanto, toda essa diversidade precisa estar presente na festa e cerimônia como um todo. "O evento tem de ter harmonia e transmitir o conceito em todos os aspectos, desde trajes até a escolha do formato da festa”, comenta Mayra Paris.

E, se o tema é vintage, apostar em lembranças espalhadas pela festa é uma ótima forma de valorizar a família e suas raízes. “Relembre uma época doce que passou e espalhe fotografias antigas pelos ambientes da festa”, comenta Luciana. Assim, com certeza todos os presentes entrarão no clima e é uma forma de o casal mostrar o quanto valoriza a presença de cada um.

Fotografia
Lembre-se que o que fica depois de todo o trabalho de garimpo, organização e de tudo que o casal viverá no dia do casamento são as lembranças por meio de imagens. “Por isso, o casal deve contratar um serviço de fotografia e vídeo que expresse bem esse estilo. Veja o portfólio dos profissionais e converse direito com eles, passando o máximo de informações sobre a festa e sobre os detalhes que os noivos desejam”, aconselha a fotógrafa Marina.

E que tal apostar em um cantinho temático? “É possível criar um canto bucólico, com molduras e objetos vintage, como uma vitrola, e usá-lo para fazer as fotos”, diz a assessora Mayra. Assim, as recordações da festa não perdem o clima do casamento.

Traje
Se a festa possui uma temática, é importante que os convidados saibam disso para não errar nos trajes. “Informe-os sobre o tema do casamento. Uma coisa que pode ajudar é mandar por e-mail uma foto do casal vestido com peças deste estilo, uma espécie de ‘save the date’ informando o dia do casamento, o horário da cerimônia e o traje adequado, que é mais leve e menos pomposo que o de um casamento tradicional”, conta Marina Lomar. Ao conversar com amigos e familiares, incentive-os a aderir ao estilo de verdade, fazendo uso de gravatas borboleta, suspensórios, casquetes, voilettes e vestidos de comprimento intermediário. No entanto, os convidados não são obrigados a aderir a proposta.

Mas os noivos, mais que todos, precisam entrar no clima. “A noiva deve optar por um vestido com detalhes mais antigos, como bastante renda, babados e pérolas. A renda 'point d’esprit' é uma ótima pedida, por exemplo. Substituir a grinalda por um voilette também dá um aspecto mais antigo”, comenta Mayra. Para o noivo, troque a gravata tradicional por uma borboleta.

'Mini-wedding'
Para um casamento com a pegada vintage, o ideal é que a lista de convidados seja mais enxuta. Isso porque, segundo Mayra Paris, quanto menor a festa, maior será o nível de detalhes que conseguirá ter. E, na mesa de doces, procure investir nas opções bem tradicionais, como balas de coco e brigadeiros. Eles com certeza vão trazer lembranças vividas por todos os convidados.

Topo