Casamento

Mães dos noivos precisam estar elegantes e evitar a cor preta

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

O casamento dos filhos é uma data muito especial. Por ser um momento que será lembrado e registrado para sempre, as mães dos noivos ficam nervosas demais e, por isso, podem sentir dificuldade na hora de escolher o modelo de vestido ideal para a ocasião. "Para facilitar, a noiva geralmente indica modelos de acordo com o ambiente da festa e sugere cores para o vestido. Depois de receber os toques, a mãe precisa adequá-los ao seu estilo pessoal", explica a estilista Patricia Granha.

Não é necessário impor regras diferentes para a mãe do noivo e da noiva. As duas possuem o mesmo direito de brilhar na festa. "É interessante que elas conversem e escolham, dentro de seus estilos, vestidos no mesmo grau de importância e cores que não briguem entre si", lembra a estilista Nanna Martinez, da WhiteHall.

Depois dos noivos, as mães são as figuras principais do casamento e precisam aparecer muito bonitas, mas devem se enfeitar com bom senso para não chamarem mais atenção do que a noiva. "Acho válido evitar extravagâncias de decotes e estampas muito coloridas no altar. Elegância é a palavra-chave que as mães tem de ter em mente na hora de procurarem seus vestidos", garante Nanna.

Se a noiva não der nenhuma dica de como se vestir, as mães dos noivos podem convidá-la para uma conversa, para saber como será o vestido da noiva. A ideia é não competir no altar. O modelo das mães deve ser bem diferente do da noiva. "É bom mostrar o modelo que pensou e ver se a noiva aprova, isso evita muitos chateações futuras", diz a estilista Livia Colucci, da WhiteHall.

Cores
Para o estilista Samuel Cirnansck, as duas mães podem investir em peças nos tons de cinza, verde ou dourado. Já a estilista Fabiana Milazzo recomenda tons de verde, azul ou vermelho ("mas também acho muito chique estar no altar com uma peça um pouco mais clara").

No entanto, tons muito claros são perigosos por conta das fotos. "Com o flash, muitas vezes, o nude ou cinza claro pode virar branco, o que compromete o álbum depois", alerta Livia. E acrescenta: "O Brasil é bastante supersticioso, aconselho a não usar preto. Os convidados vão estranhar. Porém, cores escuras como azul-marinho são recomendadas". Portanto, se não quiser passar o recado que está de luto com o casamento do filho ou filha, é melhor evitar o preto. 

Tecido
Na hora de escolher o tecido, o ideal é fugir de muito brilho, já que quem deve brilhar mais no "grande dia" é a noiva. Por isso, o tecido deve ser  encorpado e imponente, como a zibeline de seda, e não precisa combiná-lo com bordados ofuscantes. "O tecido varia de acordo com a escolha do modelo do vestido, antes de pensar nele, é preciso priorizar a modelagem apropriada para o corpo. Para não errar, basta analisar o horário do casamento, aí sim teremos a escolha ideal", explica a estilista Fabiana Milazzo.

Discrição
Se a mãe estiver com tudo em cima e gostar de usar decote, pode ousar, mas sem exagero. "É bacana usar uma echarpe para a cerimônia e sempre lembrar da clutch [bolsa de mão] para compor o visual", diz a estilista Nanna Martinez, da WhiteHall. Decote, fendas e transparências ficam elegantes se usados na medida certa, e podem ser uma alternativa para inovar um modelo clássico na roupa de festa. E, para não errar, vale ter em mente a dica de Fabiana Milazzo: "A idade seleciona a melhor opção para cada mulher". 

Topo