Casamento

Em clima de festa junina, decoração temática é opção para casório real

Cecília Leite

Do UOL, em São Paulo

Casamento caipira é tradição nas festas juninas. A brincadeira, no entanto, pode se tornar real para os casais apaixonados pelos costumes do interior. Esse foi o caso da analista de sistemas Vívian Silveira e do atuário Rodrigo Cicconi, ambos 31 anos, que oficializaram a união no estilo festa junina, em junho de 2012. A comemoração aconteceu em Cotia, São Paulo, e foi organizada para 180 convidados (veja fotos no álbum e assista ao vídeo abaixo).

"A inspiração nas festas juninas veio porque sempre tivemos vontade de fazer algo temático, com muitas cores e simplicidade. Pensamos em deixar os convidados à vontade, sem formalidades e, por isso, investimos na ideia", explica Vívian. E os convidados adoraram a proposta. "Chapéus de palha, maquiagem caipira e as barracas de comida foram os itens que mais fizeram sucesso no nosso casamento", lembra Vívian.

Fora todos esses itens e comidinhas juninas, o que dá o tom da festa, em todos os casos e temas, é a decoração --este é o principal segredo para criar o clima desejado. A seguir, veja dicas de decoração para deixar o seu casamento com espírito junino:

Caipira total
Se a intenção é abraçar a proposta de vez e tornar o casamento temático, este perfil deve combinar com os noivos, já que realmente contagiará os convidados e todos detalhes da festa. "A ideia combina com casais estilosos e autênticos. Eles precisam abraçar o clima de festa temática e não se preocuparem com o que os outros vão pensar", diz Denyze Marino, da empresa de assessoria de eventos Disk Festa. Por isso, depois de enviar os convites, é necessário reforçar que o pedido de traje caipira, por exemplo, deve ser levado a sério.

Casamento junino de Vívian Silveira e Rodrigo Cicconi, realizado em junho de 2012

Para seguir o clima à risca, é indicado investir em uma festa com decoração rústica --no sítio, na fazenda ou até mesmo no jardim de casa-- e oferecer bufê com comidas e bebidas típicas, organizar uma quadrilha para animar a pista de dança e surpreender os convidados com uma bela queima de fogos. Mas tudo com muito bom senso para não encaretar a festa.

"Uma ideia prática para orientar a paleta de cores da decoração é se inspirar nos vestidos de tecido tipo chita, muito usado na confecção das roupas caipiras e que levam, tradicionalmente, estampas florais em cores quentes, como laranja, amarelo, vermelho e também o azul, que é uma cor fria", explica a consultora de eventos Amanda Accioli. Os tecidos em xadrez também ajudam muito nesta etapa. Portanto, use-os em toalhas, guardanapos e cortinas. Itens de decoração como espantalhos, flores de papel e chapéus de palha também estão liberados.

E, na hora de escolher as flores da decoração e do buquê, as mais indicadas são as típicas da temporada mais fria do ano, como as tulipas e outras espécies que florescem no inverno --camélia e rosas. "Flores do campo, crisântemos e girassóis também combinam muito", acrescenta Amanda. Para acertar, escolha as flores de tons mais quentes.

Caipira sofisticado
Como o casamento é um momento que deve ser exclusivo e de muita pompa, alguns casais resolvem adequar a decoração à altura do evento. Para isso, é indicado escolher itens requintados  e que remetam levemente ao tema. Foi o que, em junho de 2012, na cidade de Fortaleza (Ceará), a empresária Luiza Delise Martins, 33 anos, e o administrador Leonardo Gurgel, 35, fizeram, investindo no tema caipira chique (veja fotos no álbum). "O que não pode faltar na decoração é o equilíbrio de peças rústicas com itens mais requintados, tudo para não deixar de atender a essência de uma festa junina", explica Gurgel.

Outra opção é acrescentar apenas alguns itens que enfeitam o bufê e o ambiente ou alguma brincadeira que "esquente" a festa. "Minha sugestão é adicionar pequenos detalhes juninos, como maçã do amor no bufê, bandeirinhas em tecidos ou rendas e correio elegante na pista de dança. São poucos detalhes com referências de festa junina, que dão charme e deixam o casamento com cara de sofisticado", explica Fernanda Floret, autora do blog Vestida de Noiva.

Gabriela Lima de Paula, da assessoria Moças Casamenteiras, dá um dica essencial: "Para que a decoração não fique com um ar de quermesse, opte por bandeirinhas feitas em um papel com maior gramatura, ao contrário das tradicionais feitas em papel de seda. As feitas em tecido também podem ser uma boa opção". Quem pretende oferecer uma festa mais personalizada, bandeirinhas com o nome ou inicial do casal fazem bonito.

Topo