Organização do casamento

Organizar um casamento surpresa não é tarefa simples; veja dicas

Thinkstock
Para organizar um casamento surpresa, é necessário contar com o sigilo total de todos envolvidos imagem: Thinkstock

Carolina Maggi

Do UOL, em São Paulo

Organizar um casamento não é tarefa fácil e a missão fica ainda mais complicada quando alguém do casal decide surpreender o parceiro com uma cerimônia surpresa. Foi isso que a ex-BBB Mayra Cardi fez em maio último: surpreendeu seu marido, Greto Guariz, com um casamento ao ar livre na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso. “Estávamos programando de nos casar no fim do ano, então, resolvi dar o casamento de presente para ele, preparando cada detalhe como em um conto de fadas”, conta Mayra.

A modelo preparou o evento com um mês de antecedência e contou com a ajuda de duas amigas, mas não esconde a dificuldade que enfrentou. “Organizar foi a parte mais difícil, pois o telefone não parava de tocar. Doces, lugar, prestadores de serviço, locação de coisas, flores, vestido, roupa do noivo... Tudo! Essas pessoas me ligavam o todo tempo e eu nunca podia falar na frente dele.”

Sigilo total
De acordo com Daniela Rodrigues, assessora de eventos da empresa Dani&Cris Ideias e Eventos, é importante deixar claro para todos os envolvidos que é um segredo. Uma das dicas é entregar o convite com um prazo menor do que normalmente seria feito. “Em um casamento normal, os convites devem ser entregues com 90 dias de antecedência, enquanto em uma cerimônia surpresa, é melhor entregá-los apenas um mês antes”, aconselha.

O que acha de um casamento surpresa?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Na hora de contratar serviços, também vale contar com muita discrição. Para a assessora e empresária Flávia Gurgel, da Flávia Gurgel Organização de Eventos, vale até fazer um contrato de sigilo com essas empresas, para garantir que nenhuma informação vaze. “Também não pode colocar lista de presente na internet nem fazer site do casamento”, alerta Flávia, já que, se o noivo estiver minimamente desconfiado, pode encontrar essas informações facilmente na rede.

Optar por um casamento com poucos convidados também ajuda a manter o segredo. “Quanto mais gente souber, maior a chance de o segredo escapar. Eu recomendaria uma cerimônia para no máximo 100 pessoas”, indica Ale Loureiro, assessora de casamentos da Ale Loureiro Assessoria e Cerimonial. Além disso, ela acredita que os convites devem ser entregues pessoalmente para que a situação possa ser explicada para cada convidado.

Falando em convidados, de acordo com a assessora Flávia, é bom contar com a ajuda de algum amigo próximo ou familiar do noivo para assegurar que nenhum convidado importante da parte dele seja esquecido.

Desculpa ideal
Não é complicado criar um motivo para o parceiro comparecer à cerimônia, mas é preciso pensar nos mínimos detalhes para que tudo corra perfeitamente. A assessora Regiani de Oliveira, da Celebrar, passou pela experiência de organizar um casamento surpresa. No caso, a surpreendida foi a noiva, que chegou à própria cerimônia achando que estaria na comemoração à fantasia de seu aniversário.

No entanto, para surpreender a mulher, é mais complicado e o noivo deve investir na imaginação. Para o vestido, detalhe fundamental de um casamento, quem ajudou a noiva (sem ela saber que estava escolhendo a peça que vestiria em seu próprio casamento) foi uma amiga que estava para se casar. Com essa desculpa, as duas foram à rua São Caetano, em São Paulo, e a amiga avisou ao noivo qual foi o vestido predileto da noiva. Os ajustes foram feitos pela costureira responsável por fazer a falsa fantasia da suposta festa de aniversário, segundo Regiani. E, quando chegou ao local da festa no dia D, para se arrumar, a noiva surpreendida deu de cara com o vestido.

CLIQUE E APRENDA A ORGANIZAR O CASAMENTO EM UM ANO

  • Didi Cunha/UOL

Já no caso dos homens, é bem mais simples. O marido de Mayra Cardi achava que estava indo ao casamento de uns amigos do casal. Segundo a assessora Daniela Rodrigues, outra dica é imprimir um convite falso para o noivo (“tipo de um aniversário mais chique ou festa solene”). Assim, ele não escapará do traje social, pois será obrigado a usar a roupa descrita no cartão --esporte fino, passeio completo ou gala. Mas, se a própria noiva quiser escolher a roupa do futuro marido, o ideal, na opinião de Flávia Gurgel, é optar pelo mais comum, um terno preto básico ou smoking, para não correr o risco de o próprio noivo não gostar do visual. 

Certifique-se antes de arriscar
Mais importante do que trajes e convidados é organizar uma celebração pensando nos gostos da pessoa que será surpreendida. “Já que é surpresa, tem que agradar. Tudo deve ser pautado no gosto da pessoa que você está surpreendo”, afirma a assessora Daniela. Por isso, é essencial conhecer bem o parceiro ou parceira para saber se vão se sentir à vontade com um casamento desses. 

A modelo Mayra fez tudo de acordo com o gosto do noivo. “Tudo era para ele, do jeito que ele gosta. Se é surpresa, então tem que surpreender quem você ama. Não pode ter apenas o que você gosta e, sim, o que o amado gosta.” Dessa forma, desde a decoração até o cardápio e as músicas escolhidas devem ser pensadas para agradar o parceiro. 

Além do mais, para organizar um casamento deste tipo, é preciso, ao menos, que o casal já tenha noivado. Desta forma, é menor o risco de a pessoa surpreendida desistir ou ficar completamente espantada no "grande dia". Não aja por impulso.

Topo