Casamento

Misturas de flores e elementos inusitados garantem buquês exóticos

Mayara Alves

Do UOL, em São Paulo

O clássico buquê de rosas brancas ainda marca presença nas mãos de muitas noivas, mas arranjos para lá de exóticos e elaborados também estão invadido os altares. Segundo a florista Lídia Freixo, isso se deve ao fato de os casais desejarem, cada vez mais, festas com novas ideias e projetos inovadores, "com mais cenografia". E os buquês, é claro, integram esta tendência.


Mais do que ser exótico e inovador, entretanto, é preciso que o buquê tenha tudo a ver com a noiva. "Aquelas que fazem pedidos mais inusitados de arranjos são as que querem fugir do comum, que gostam de usar elementos criativos inclusive no próprio dia a dia", diz Carla Campos, da Flor & Forma. 
 

Mix na dose certa

E a criatividade pode vir de uma mistura inusitada de flores, do uso de frutas, especiarias, sementes, folhas secas, penas, papel e broches, entre outros elementos. Há uma liberdade sem fim para a noiva deixar o buquê do jeitinho que ela deseja. Só que nem tudo é recomendado, já que alguns podem representar exagero e até descaracterizar o arranjo.

“É importante colocar itens que não tirem a leveza do buquê, como frutas pesadas e legumes grosseiros. Procuro orientar a noiva e sugerir o que fazer para tornar seu sonho realidade, mas sempre com detalhes sutis, que embelezem e não comprometam a harmonia do conjunto”, explica Lídia.

Outro ponto importante lembrado por Bia Sandoval, decoradora de eventos e florista, é sobre as superstições exageradas. “O fato de a noiva suspeitar de mau-olhado das convidadas pode ofendê-las e acabar ficando até deselegante”, alerta Bia. Por isso, se há alguma superstição, colocá-la em detalhes sutis é o mais indicado.

“Uma vez, uma cliente queria um buquê inteiro de folhas de arruda. Mas, por ser em grande quantidade, o cheiro seria muito forte. No final, consegui convencê-la de que apenas um galho pequeno em um modelo de buquê verde já era o suficiente. Ela adorou!”, lembra Lídia.
 
Topo