Casamento

Anel de noivado nem sempre agrada à noiva; o que fazer nesta situação?

Thinkstock
Contar ou não contar? Joalheiras e consultoras de etiqueta respondem à questão imagem: Thinkstock

Carolina Maggi

Do UOL, em São Paulo

Um dos momentos mais felizes na vida de uma mulher que sonha em se casar é quando seu namorado decide pedir a sua mão em casamento. Mas esse momento tão mágico pode causar algumas dores de cabeça à noiva, caso ela não goste do anel de noivado. Afinal, pode acontecer de aquele anel tão idealizado se concretizar em um formato diferente e não agradar. Para aprender a lidar com essa situação constrangedora, o UOL Casamento pediu dicas para especialistas, que ensinam o que fazer para sair da saia justa. Veja a seguir e descubra o que fazer, se esse for o seu caso:

Contar ou não contar?
Para a consultora de etiqueta Cristina Gontijo, o maior problema da situação é que uma escolha terá de ser feita e toda escolha pressupõe uma perda. “Se a mulher ficar com o anel, ela terá de conviver com uma peça de que não gostou. Se ela revelar que não gostou, ficará aliviada, mas o noivo ficará chateado”, pondera.

Nas duas situações, alguém ficará descontente. No entanto, para Cristina, em uma situação como essa, a sinceridade deve prevalecer. “Essas pessoas vão dividir muitas outras coisas, e ter uma relação íntima sem sinceridade é complicado.” 

$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','44995+AND+15189', '')

Conhecer a personalidade do parceiro também ajuda na hora de contar que não gostou. “A mulher tem que conhecer o noivo, porque algumas pessoas ficariam ofendidas com a sinceridade”, diz a consultora de etiqueta Célia Leão. Além disso, é imprescindível ter delicadeza ao se expressar, pois a situação exige cuidado para não acabar em chateação para os dois.

Célia só faz uma ressalva para um caso específico. "Se a joia que o homem estiver entregando for de família, daquelas que passam de mãe para filha e são uma tradição, a mulher não deve rejeitar em hipótese nenhuma", alerta.

Na opinião da designer de joias Rachel Távora, a noiva até pode dizer que não gostou, mas simplesmente trocar a peça não é a melhor solução. “O anel de noivado tem muita história. Por isso, sugiro que, se possível, sejam feitas algumas alterações na peça, imprimindo a personalidade da noiva, mas não descaracterizando a escolha do noivo”, diz. Assim, é encontrado um ponto de equilíbrio que agrada tanto o homem quanto a mulher.

No entanto, se a mulher quiser manter o anel apesar de não ser seu ideal, depois do casamento ela pode usá-lo apenas em ocasiões especiais, "para agradar o parceiro", diz a consultora de etiqueta Cristina Gontijo.

Opte pelo clássico
O homem que não deseja correr o risco de desagradar na hora de presentear a amada com um anel deve optar pelo clássico. "Escolha solitários clássicos com diamantes na lateral ou alianças de navetes, que costumam sempre agradar", indica a designer Rachel.


Para a joalheira Elisabete Gaspar, o homem deve prestar atenção no estilo da mulher para ter mais chance de agradá-la. "Tem de prestar atenção na personalidade dela e nos tipos de acessórios que usa, para que a aliança combine com o seu estilo", afirma a designer.

Para quem não faz questão de fazer uma surpresa,  vale levar a companheira junto para que ela mesma escolha o anel que a agrada mais. "Tudo bem a noiva escolher o modelo do anel junto com o noivo, se eles já estiverem conversando sobre isso", acredita Rachel Távora. 

Enxergue além do anel
O anel de noivado é apenas um símbolo de algo muito maior, que é o começo de uma vida a dois. Por isso, enxergar não só a peça em si, mas tudo o que ela representa, ajuda a aceitá-la mesmo se não tiver agradado. “Enxergar além do objeto é importante. A mulher vai se lembrar de como foi o momento e entender o que aquele anel realmente significa”, afirma Célia Leão.

Por isso, antes de pensar em trocar ou fazer alguma alteração na peça, lembre-se que, sempre que olhar para o anel, a lembrança que virá à tona é a do tão esperado pedido de casamento, mesmo com um anel que não seja o seu ideal. E se a joia realmente desagradar, seja sincera, mas sempre com jeitinho.

Topo