Casamento

Xô, inveja! Saiba como espantar mau-olhado com flores e folhas no buquê

Carolina Maggi

Do UOL, em São Paulo

Toda noiva quer que o dia do casamento seja perfeito. Para isso, conta com a ajuda do noivo, de familiares e profissionais, que fazem o possível para que não dê nada de errado em um momento tão especial. Apesar de toda a boa vontade pode ser bom também contar com uma ajudinha mais mística e esse misticismo pode ser incorporado no buquê.

É conhecido que algumas plantas sejam usadas com a finalidade de proteção e de barrar o mau-olhado, prática, segundo a terapeuta floral Luciana Martins, exercida há muito tempo.“Era comum compor o buquê das noivas com ervas de proteção na antiguidade. Hoje em dia, pode-se colocar um pouco destas ervas no meio das flores do buquê”, explica.

Como surgiu?
Os registros de plantas sendo usadas com o objetivo de proteger, segundo Luciana, vem desde a antiguidade. “Os herboristas e alquimistas da antiguidade faziam estudos, observações e atribuíam qualidades às plantas”, conta. A terapeuta floral dá exemplos de como essas plantas eram usadas. “A sálvia já era usada como tônico na Grécia e no Egito. O alecrim era usado pelos gregos como incenso para afugentar demônios e purificar ambientes.”, relata.

Nos casamentos também era comum o uso dessas ervas como proteção no buquê ou mesmo na decoração da cerimônia. “A hortelã tem qualidades afrodisíacas e na Grécia antiga era usada nos arranjos de flores das festas e casamentos. Além disso, para os egípcios, gregos e romanos, o manjericão também protegia o casamento, integrando sexo e amor”, completa.

Como usar no buquê?
Ervas como alecrim, arruda, manjericão e hortelã são algumas que podem fazer parte do buquê, combinados com outras flores. “Quando você quer usar esses elementos é melhor misturar. Na minha opinião, se apenas as ervas são usadas fica um pouco sem graça”, alerta Camila K., da Camila K. Flores e Festas. Mas a empresária acredita que, se é da personalidade da noiva, ela pode fazer buquês inteiros de plantas protetoras. "Se a noiva tem essa personalidade acho bacana que ela use disso no dia do casamento".

Uma flor muito ligada à proteção é a lavanda. “A lavanda pode ser uma opção bacana também porque dizem que ajuda a espantar o mau-olhado, além de perfumar o buquê”, indica Camila. No entanto, a florista alerta: a lavanda é uma flor muito sensível ao calor então, recomendaria que fosse usada nos casamentos em épocas mais frias do ano.

Outro elemento bastante usado atualmente é a pimenta.  “A pimenta tem essa expressão de espantar o mau-olhado e dizem que quando a pimenta seca é porque absorveu as más vibrações das pessoas”, explica Camila. Além disso, a planta fica muito bacana na hora de compor o buquê, já que pode ser encontrada em várias cores, sendo algumas delas, de acordo com Camila, amarela, vermelho, branco e roxo. Assim, podem também ser misturadas com outras flores ou usadas sozinhas, em um buquê inteiro de pimenta.

Proteção escondida
Nem sempre a noiva quer que as ervas de proteção, por exemplo, apareçam no arranjo. “Primeiro eu pergunto se quer que seja à vista ou não e aí depois decidimos com que flores vamos combinar”, explica Maria do Carmo, da Flor & Forma.

A florista conta que, algumas vezes, escondeu até dente de alho entre as flores do buquê a pedido da noiva, que queria proteção. “Já escondi um dentinho de alho em um saquinho de tule no meio do buquê. Também podemos colocar um mini-espelho no meio do arranjo porque dizem que a inveja bate nele e reflete”.

Rito de passagem
Como o casamento é um caminho para uma nova vida, Luciana Martins acredita que seja comum a situação tornar as noivas mais supersticiosas. “É um momento importante, um rito de passagem e é normal que as noivas queiram se proteger, pois ao mesmo tempo em que recebem muito carinho e apoio, também acabam sendo alvo de inveja e de fofocas”, avalia.

Por isso é totalmente válido a noiva querer usar desse tipo de artifício para dar uma forcinha na proteção contra energias ruins no ‘grande dia’. Além de contar com um auxílio místico, pode ainda fazer um lindo arranjo com as suas flores preferidas e, entre elas, colocar o elemento de proteção, sem que ninguém nem perceba. Proteção nunca é demais

Topo