Casamento

Tatuagem é opção de aliança eterna para noivos que gostam de inovar

Cecília Leite

do UOL, em São Paulo

As tatuagens deixaram de ser símbolo de marginalização faz tempo, e agora até durante os casamentos a prática de marcar a pele para sempre com desenhos é bem aceita. No Brasil e pelo mundo, vários noivos já trocaram as joias tradicionais por tatuagem de verdade para simbolizar a aliança.

Em São Paulo, a advogada Patrícia Marmo e o artista plástico Alessandro Jordão, por exemplo, se casaram no estúdio próprio do artista, localizado no Itaim Bibi, em setembro de 2014, e escolheram tatuagens de verdade no dedo para substituir os anéis de casamento tradicionais.

O tatuador Jotapê Pabst, que atende no estúdio Black Ball Crew Tattoo Studio, em São Paulo, foi o escolhido pelo casal. “Ele conseguiu se organizar para tatuar no altar que foi montado em cima de um ringue de boxe que fica no estúdio do meu marido”, conta Patrícia. “O desenho é um dos croquis do Alessandro e o tatuador ajudou a trazer a ilustração para a linguagem de tatuagem”, explica a advogada, que sentiu que seus convidados não imaginavam tamanha ousadia. “Eles adoraram a surpresa”, garante a noiva.

Assim como uma joia, escolher a tatuagem é uma tarefa que exige pesquisa e empenho, não adianta pensar que é uma alternativa econômica: é preciso pagar caro pelo serviço, que pode incluir taxas como deslocamento do profissional, acomodamento, além de pagar o valor das tatuagens, é claro.

Programe-se
“Não é qualquer tatuador que aceita fazer a tatuagem na hora do casamento, o serviço não é simples. Por isso, quanto mais antecedência para combinar, melhor, pois aumenta a chance de conseguir um profissional de confiança para fazer o trabalho”, explica Pabst, que desempenha a profissão há mais de dez anos.

Para que tudo dê certo na hora da cerimônia, é indicado que os noivos disponibilizem, antes do evento, alguma data para o tatuador conhecer o local onde será realizado o trabalho. A visita serve para que ele possa analisar o espaço e ver se é possível fazer o serviço como os noivos pensaram. “É o momento que temos para fazer alguma exigência importante, como pedir pontos de iluminação, espaço adequado para assepsia ou até novos pontos de energia elétrica”, diz Pabst.

Prepare-se
Fazer uma tatuagem pode ser uma experiência traumática. Por isso, é ideal que os noivos se preparem para minimizar os efeitos. Tentar não ingerir bebidas alcoólicas pelo menos até antes de começar o processo da tatuagem é indicado, para não aumentar a sensibilidade e a euforia.

“Comer e dormir bem antes do casamento são outras dicas que ajudam a evitar que os noivos passem mal ou sintam mais dor do que é considerado normal”, completa o tatuador Jotapê Pabst.

Topo