Casamento

Preço de ser madrinha: convidadas chegam a gastar R$ 3,5 mil com casamento

Getty Images
Aceitar o convite envolve algumas responsabilidades, como presente, chá de panela ou até despedida de solteiro imagem: Getty Images

Louise Vernier e Amanda Sandoval

Do UOL, em São Paulo

Acompanhar a história de amor de pessoas queridas e ser convidada a testemunhar a união do casal no altar é sempre uma honra. Mas, com o convite, também surgem responsabilidades que, de acordo com Larissa Garcia, assessora de eventos da Santa Decoração, em São Paulo, esses custos com presente, vestido, maquiagem e cabelo para a cerimônia podem atingir cerca de R$ 3.500.

Esse foi aproximadamente o valor gasto por Bruna Corrêa Bueno, 27 anos, de São Paulo, em setembro de 2014, quando foi madrinha de uma amiga. “Aceitei sem pensar nos gastos”, afirma a advogada. “Simplesmente não imagino uma situação em que você receba um convite para ser madrinha, pede para pensar e responder depois”, completa.

Arquivo Pessoal
Bruna desenbolsou R$3.525 para ser madrinha imagem: Arquivo Pessoal

Além das despesa com o próprio vestido e salão de beleza, Bruna também bancou as lembrancinhas do chá de lingerie e do chá bar --sem contar o valor do presente, que precisou ser mais caprichado (logo, mais caro) por causa da sua posição de madrinha.

Porém, dependendo da cerimônia e do estilo do casamento, os gastos podem ser ainda maiores. Então, se você está prestes a subir ao altar como madrinha, vale a pena preparar o bolso. É melhor saber, de antemão, quanto vai custar, em média, cada um desses itens para evitar surpresas quando for conferir seu extrato bancário. Assim, você aproveita o melhor do momento sem sofrer um estresse desnecessário.

Presente de casamento
No Brasil, os noivos costumam ser presenteados com itens de enxoval, dinheiro ou cotas para a viagem de lua de mel, e, geralmente, os padrinhos arcam com objetos de valor mais alto. Porém, segundo Larissa, isso não deve ser tomado como regra. “Ao aceitar o convite, deixe claro suas condições financeiras. A honestidade é sempre bem-vinda, principalmente entre pessoas próximas”, diz a especialista. “Há noivos que realmente esperam algo mais caro dos padrinhos, mas, na maioria das vezes, quem está casando quer apenas que as outras pessoas participem daquele momento especial”, completa.

Para as madrinhas que estão com o orçamento apertado, a orientação da produtora de eventos Camila Andrade, da Camila Andrade Cerimonial e Eventos, de Curitiba, é comprar algo que os noivos realmente precisem e que os faça lembrar de quem ofereceu. “É possível encontrar opções interessantes a partir de R$ 300”, afirma Júlia Pazzini, assessora de eventos da JP4 Eventos e Cerimonial, de Belo Horizonte. Caso a despesa não comprometa as finanças, Camila acredita que é possível gastar até R$ 2 mil com a lembrança.

Bruna ficou na média e escolheu a dedo um jogo de chá pelo qual pagou R$ 600. “Acho difícil economizar com o presente. A tradição é que os padrinhos deem algo melhor, não tem jeito”, declara.

Vestido de madrinha
Quando o assunto é a própria produção, toda madrinha quer fazer bonito no altar. Segundo as assessoras de casamento, os gastos com a peça variam muito de acordo com o gosto de cada mulher e estilo de casamento, ficando entre R$ 300 e R$ 2.000, para locação ou compra.

Devido a um imprevisto, Bruna gastou R$ 2.100 com o look. “Infelizmente, durante um pequeno reparo, a costureira danificou o vestido inicialmente escolhido e precisei comprar uma segunda peça às pressas, uma semana antes da cerimônia”, relata. Com isso, a advogada investiu R$ 600 a mais no traje, após a peça anterior de R$ 1.500 sofrer um estrago. Isso sem contar mais R$ 200 destinados ao par de sapatos e bijuterias.

Mas para quem não dispõe de muito dinheiro para investir em roupas e acessórios, há outras alternativas. “Por que não vestir uma peça usada em outra ocasião em que não estavam presentes as mesmas pessoas? Ou até mesmo pegar emprestado um vestido de festa?”, sugere Camila.

Salão de beleza
Despesas com penteado e maquiagem podem variar de R$ 250 a R$ 500, conforme informam as especialistas. E se a ideia é poupar dinheiro, uma boa opção é pechinchar descontos nos salões de beleza. “Os estabelecimentos costumam oferecer um bom abatimento no preço quando as madrinhas se arrumam juntas”, diz Larissa Garcia. A advogada Bruna fez essa escolha. “A noiva fechou um pacote para as madrinhas em um salão de São Paulo, que incluía cabelo e maquiagem. Gastei R$ 480 com tudo”, conta.

Eventos pré-casamento
Além do tradicional chá de cozinha, outros eventos foram incorporados à agenda pré-casamento da noiva, como o chá de lingerie e o chá bar, que demandam mais investimento da madrinha e convidadas. E, de acordo com a assessora de casamento Camila Andrade, madrinha que é madrinha deve participar efetivamente de tudo o que antecede a cerimônia, incluindo a organização e a animação do evento. “É missão da madrinha auxiliar a noiva em tudo o que envolve o casamento”, completa Larissa.

Bruna concorda com as assessoras. “Sou uma romântica incurável. Eu choro, estico o véu, escuto de verdade as mensagens do celebrante. Vou me lembrar da madrinha que fechar os botões do meu vestido de noiva e é assim que quero ser lembrada pelas noivas que me escolherem como madrinha”, afirma a advogada, que compareceu a todos os eventos do casamento da amiga e desembolsou R$ 75 em uma camisola, para o chá de lingerie, e mais R$ 70 com porta-copos, formas de gelo, saleiro e pimenteira para o chá bar.

Além desses encontros mais tradicionais, alguns casais ainda optam por fazer despedidas de solteiro. Nesse caso, de acordo com as especialistas, o valor gasto pelos participantes pode variar de R$ 50 a R$ 600, dependendo do destino escolhido.

Arquivo Pessoal
Para economizar, Aline pesquisou os preços com seis meses de antecedência imagem: Arquivo Pessoal

Madrinha econômica
Se a sua situação financeira não está das melhores, saiba que você não precisa recusar o convite para testemunhar a união de um casal querido no altar. A pedagoga Aline Garcia Mendes, 30 anos, paulistana que vive na Costa Rica, é a prova disso. Ela gastou cerca de R$ 900 com todas as despesas, em janeiro de 2015, quando foi madrinha da melhor amiga, em São Paulo. “Paguei R$ 200 no aluguel do vestido, R$ 150 no meu penteado e na maquiagem, R$ 150 no sapato da noiva, R$ 350 em uma cafeteira e mais R$ 55 nos presentes do chá de cozinha”, conta.

A estratégia foi pesquisar bastante os preços e optar por um salão de bairro na hora de se arrumar. “Fiquei satisfeita com o resultado. E o mais importante: vou guardar as lembranças desse momento maravilhoso para sempre”, diz.

Arquivo Pessoal
Para economizar, Aline pesquisou os preços com seis meses de antecedência imagem: Arquivo Pessoal
Topo