Comportamento

Viver sobrecarregado no trabalho pode ser fuga

Thinkstock
Organizar a rotina e delegar tarefas são algumas das estratégias para se desafogar imagem: Thinkstock

Do UOL, em São Paulo

Se esticar o expediente virou rotina na sua vida –e tudo bem, porque, ao chegar em casa, sente-se angustiado--, pode ser que de forma inconsciente esteja se refugiando de problemas pessoais na vida profissional.

As razões variam. “Uma pessoa com baixa autoestima pode ter a sensação de ser reconhecido apenas na carreira, uma vez que trabalha bastante”, afirma Regiane Cristina de Souza, professora de psicologia do trabalho da UEM (Universidade Estadual de Maringá), no Paraná. Também pode ser uma maneira de não encarar relações pessoais problemáticas, diz a especialista.

Mas encontrar equilíbrio e se dedicar a atividades prazerosas que não estejam relacionadas ao trabalho é fundamental para promover bem-estar e qualidade de vida.

Confira estratégias para identificar se está exagerando na jornada profissional e se organizar melhor.

  • 1 - Pare, pense e se avalie

    Reflita quantas horas da sua semana dedica a atividades que não envolvem o trabalho, como exercícios físicos, cinema, leitura e programas com a família e os amigos. ?Quando há épocas do ano ou do mês que se trabalha mais, ok. Mas se todo o tempo não tem nada mais importante do que o trabalho, é preocupante?, diz Regiane.

  • 2 - Encare os problemas

    Em curto prazo, o trabalho dá sentido à vida e traz sensação de reconhecimento. Mas, mais cedo ou mais tarde, as situações pessoais que não foram resolvidas voltam à tona e talvez já não tenham mais solução. Portanto, esforce-se, assim como faz diante dos desafios profissionais, para não empurrar mais os seus problemas para debaixo do tapete.

  • 3 - Organize a sua rotina

    Planeje a sua próxima semana ainda na sexta-feira, com a ajuda de uma agenda, para que não tenha de fazer horas extras. Elenque os compromissos e o prazo estabelecido para cumprir cada um. Dessa forma, conseguirá realocar as atividades, sem prejuízos na jornada de trabalho, quando um imprevisto surgir. ?O planejamento favorece a organização da mente, que se reflete na vida pessoal e profissional?, afirma a professora.

  • 4 - Estabeleça prioridades

    Com as tarefas listadas, priorize as que são mais importantes. ?Hoje em dia, nas organizações, todas as demandas são consideradas urgentes. Mas tem de avaliar: se tudo for urgente, nada mais é?, declara Rafael Chiuzi, especialista em psicologia do trabalho pela USP (Universidade de São Paulo).

  • 5 - Delegue mais

    O excesso de trabalho e de horas extras pode ser consequência da sua dificuldade em transferir as responsabilidades para outras pessoas da equipe. Se for o caso, terá de se forçar a confiar mais no desempenho dos pares. Saber trabalhar em grupo é uma competência apreciada pelas organizações e pode ajudá-lo a ter mais tempo para desenvolver projetos pessoais.

  • 6 - Elimine distrações no trabalho

    Skype, WhatsApp, Facebook e outras redes sociais são vilões da produtividade, de acordo com Renata Nigri, especialista em gestão de negócios pelo IBMEC (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais), no Rio de Janeiro. O que não significa que você precisa parar de usar, mas, sim, separar momentos pontuais do dia para se dedicar a essas redes. Por exemplo, ao fim de cada tarefa cumprida.

  • 7 - Converse com seu chefe

    Quando se sentir sobrecarregado, convoque uma reunião com o seu superior e exponha o problema. Mas vá com calma, sem tom de cobrança, porque, por entregar resultados sempre, ele pode não ter percebido o excesso de trabalho. ?Antes de reclamar, pense em alternativas para solucionar a questão?, fala Sylvia Ignacio da Costa, professora do curso de Gestão de RH da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Topo