Relacionamento

Programa 'Meu Marido Não é Gay' causa polêmica nos EUA

AP
Programa mostra a vida de quatro moradores, três deles casados com mulheres imagem: AP

A decisão da rede de televisão americana TLC de exibir no próximo domingo um programa chamado Meu Marido Não é Gay desencadeou uma grande polêmica nos Estados Unidos.

O programa mostra a vida de um grupo de quatro homens do Estado americano de Utah, todos mórmons. Três deles são casados com mulheres e os quatro afirmam sentir atração por outros homens, mas, por motivos morais e religiosos, decidiram resistir à tentação.

No site da organização de defesa dos direitos dos homossexuais Change.org, uma petição foi organizada para pedir o cancelamento do programa e já recebeu 100 mil assinaturas.

Outro grupo ativista americano, a Aliança Gay e Lésbica contra a Difamação (Glaad, na sigla em inglês) disse que o programa é "totalmente irresponsável".

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

"Ninguém pode mudar quem ama e, mais importante ainda, ninguém precisa se ver obrigado a isto", disse em um comunicado Sarah Kate Ellis, presidente da Glaad.

"Ao investir neste tipo de programação, a (rede) TLC está colocando em risco muitos jovens LGBT", acrescentou.

Em resposta à polêmica, representantes do canal TLC garantiram que "as pessoas que aparecem no especial de uma hora de duração revelam as decisões que tomaram e falam apenas em nome delas".

Segundo o jornalista da BBC Mundo em Los Angeles Jaime González, a TLC é conhecida por seus polêmicos reality shows.

Entre os mais famosos está Here Comes Honey Boo Boo, que mostrava a vida da menina Alana Thomson.

O programa teve que ser cancelado há alguns meses depois que os produtores descobriram que a mãe da criança estava tendo um caso com um homem condenado por abuso de menores.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

 

Topo