Equilíbrio

Facebook se desculpa por barrar foto de modelo plus size em grupo feminista

Anthony Evans/Milk Model Management
Grupo feminista usou imagem da modelo Tess Holliday usando biquíni para promover evento sobre visão positiva do corpo imagem: Anthony Evans/Milk Model Management

Zoe Kleinman Repórter de tecnologia, BBC News

O Facebook pediu desculpas após se recusar a publicar um anúncio com uma modelo plus size usando um biquíni.

O grupo feminista australiano Cherchez La Femme usou a imagem da modelo Tess Holliday para promover um evento sobre visão positiva do corpo.

Apesar de a rede social ter permitido o post, não deixou o grupo anunciar o evento usando a mesma foto.

A alegação inicial do Facebook foi que o anúncio "mostrava um corpo... de maneira indesejável".

"Anúncios como este não são permitidos porque eles fazem os leitores se sentirem mal com eles mesmos", diz a resposta do Ads Team do Facebook publicada na página do grupo feminista.

Também sugere que uma alternativa mais apropriada seria usar outras imagens como a de alguém "correndo ou pedalando".

Após reconhecer o erro e autorizar o anúncio, um porta-voz do Facebook disse que "nosso time processa milhões de imagens de anúncios por semana e às vezes comete erros."

"Para ser claro, a imagem está adequada a nossa política de publicidade. Então agora aprovamos a imagem e pedimos desculpas por qualquer ofensa causada."

Os "termos e condições" do Facebook dizem que imagens usadas em anúncios não podem "mostrar parte de pele ou de decote excessivamente".

Jessamy Gleeson, uma das produtoras do evento promovido pelo grupo feminista, disse à BBC que estava furiosa.

"Eles não estão vigiando corpos de mulheres quando elas estão em padrões 'aceitáveis' de beleza", afirma.

"Entendo que eles estavam tentando combater desordens alimentares - isso faz sentido - mas em algum momento você tem que considerar que mulheres com pesos diferentes existem no Facebook."

A BBC Brasil tentou obter autorização para usar a foto de Tess Holliday de biquíni, mas não tinha obtido resposta da assessoria da modelo até a publicação desta reportagem. 

Topo