Relacionamento

Em referendo, Croácia proíbe casamento gay

Zagreb - A maioria dos cidadãos da Croácia decidiu, neste domingo (1º), que a Constituição do país deve definir o casamento exclusivamente como a união entre um homem e uma mulher, em um referendo proposto por uma associação católica e que foi tachado de discriminatório pelos homossexuais.

A votação sobre a proposta de reforma constitucional, que confirma que apenas os heterossexuais podem se casar, foi aprovada com 64,84% dos votos a favor e 35,56% contra, segundo os primeiros dados oficiais com 25% dos votos apurados.

Topo