Comportamento

Confira 30 dicas essenciais para casar sem estresse

Getty Images
Saiba o que fazer antes da cerimônia para aproveitar o grande dia sem preocupações imagem: Getty Images

FERNANDA JUNQUEIRA
Colaboração para o UOL

Conhecido como o mês da noiva, maio está aí para deixar em pânico quem marcou a data do casório para os próximos dias. Afinal, as noivas, em menor ou maior proporção, ficam à beira de um ataque de nervos com os preparativos para o casamento. Não é à toa – a lista de tarefas para cumprir, decisões a tomar e detalhes para checar é imensa. Se subir ao altar está entre os seus planos, confira antes – bem antes mesmo - 30 sugestões que garimpamos para tornar a grande data um momento com menos ansiedade, tensão e contratempos desnecessários.

 

1.O primeiro passo, de acordo com o casal Bia Malfatti e Eduardo Martins, da Loja dos Noivos, de São Paulo, é montar um orçamento realista, sendo coerente com sua capacidade financeira.

 

2.Segundo Camila Relva, da Compagnie Assessoria, de São Paulo, o orçamento de um casamento depende do número de convidados, afinal é ele que irá definir o tamanho do espaço que deverá ser locado para a festa, o “tamanho” da decoração, o bufê e a quantidade de lembrancinhas. “Quem deseja economizar deve restringir a lista a um número pequeno de convidados, ou seja, chamar, além da família, os amigos mais queridos e próximos. Não há necessidade de chamar aquele primo de 3º grau que você vê uma vez a cada cinco anos.”, diz.

 

3.“Se você não for contratar uma assessoria, monte uma pasta ou um fichário com todos os orçamentos de bufês, decoradores, fotógrafos e outros fornecedores que os noivos visitam durante os preparativos”, indica a consultora Fernanda Floret, do blog “Vestida de Noiva”. Além de facilitar e organizar a vida, o material pode ser guardado como lembrança e até auxiliar as próximas amigas que subirem o altar.

 

4.Você também pode montar um álbum de recortes com ideias e referências de vestidos, buquês, arranjos de cabelo, lembrancinhas, doces...

 

  • Getty Images

    Começar os preparativos com antecedência possibilita escolher tudo com calma

5.“Casar não é como delivery de fast food”, avisa a consultora Bia Malfatti. “Tudo deve ser visto com antecedência de pelo menos um ano.” Assim, ela sugere que com 12 meses de antecedência você contrate (se tiver condições, é claro!) uma assessora para ajudar com os detalhes e a conseguir melhores preços. “Rascunhe uma pré-lista de convidados, escolha e reserve o local da cerimônia e da festa, defina que tipo de casamento desejar realizar e peça orçamento para todos os fornecedores envolvidos.”

 

6.Passada a etapa de visitar os fornecedores, é hora de assinar os contratos principais: bufê, DJ, fotógrafo e decorador.

 

7.Se você pensa em ter daminhas de honra e/ou pajens durante a cerimônia, evite chamar crianças muito pequenas. Elas ficam lindas naqueles trajes pomposos, mas são imprevisíveis: podem chorar, sair correndo, derrubar as alianças no chão...

 

8.O vestido de noiva deve ser encomendado com pelo menos dez meses de antecedência. Lembre-se: você terá de fazer pelo menos três provas, e cada etapa requer um tempo necessário para ajustes, adaptações etc.

 

9.E por falar em vestido de noiva, essa é uma escolha muito pessoal. Se você é do tipo que adora ouvir a opinião de um monte de gente antes de tomar uma decisão – em se tratando de casamento, da mãe, da sogra, da cunhada, das amigas –, esteja preparada para escutar milhares de palpites (e provavelmente se irritar com alguns deles). Antes de se deixar influenciar, lembre-se de que a noiva é VOCÊ e, em tal papel, tem o direito de encomendar o vestido que QUISER.

 

10.Como viabilizar um vestido de noiva barato e chique? Todo mundo tem uma tia ou uma prima que conhece uma BOA costureira. Ela pode ser uma boa saída para quem deseja um vestido chique e barato.

 

  • Getty Images

    Antes de se deixar influenciar pela opinião alheia, lembre-se de que a noiva tem o direito de escolher o vestido que quiser

11.Ainda no quesito vestido de noiva, só tenha em mente ao escolhê-lo que nem sempre fugir muito do próprio estilo pessoal costuma dar certo. Uma mulher que costuma trabalhar com trajes sóbrios por conta da profissão pode surpreender ao surgir na igreja com um modelito tomara-que-caia e estilo sereia. Mas isso só vai acontecer se ela se sentir sexy e linda. Caso contrário, uma garota tímida com um traje de “femme fatale” vai se sentir incomodada por todo o evento, sem aproveitá-lo, e ainda causar certa estranheza entre os convidados. O mesmo conselho vale para vestidos de cores pouco convencionais, como vermelho, prata ou azul-marinho.

 

12.“Só delegue responsabilidades e tarefas se confiar plenamente nas pessoas a quem está solicitado ajuda; caso contrário, isso pode ser uma grande dor de cabeça”, aconselha Bia Malfatti.

 

13.Organizar um casamento pode se transformar em sinônimo de dor de cabeça e tensão na hora de tomar decisões. É preciso buscar o diálogo e o respeito às diferenças, pois nem toda candidata a madrinha vai se sentir à vontade de pink e, com certeza, a mãe ou a sogra sempre vai achar que aquela pessoa que você nunca viu na vida é extremamente necessária na lista de convidados.

 

14.Três meses antes é tempo suficiente para providenciar a documentação necessária para o casamento civil, começar a enviar convites, contratar o carro que irá levá-la à igreja (se for o caso) e definir a lista de presentes.

 

15.Algumas igrejas badaladas, principalmente em São Paulo, já têm as agendas lotadas para casamentos até 2012. Pense nisso antes de elaborar sonhos...


16.Procure relaxar e não se preocupar com detalhes que, no fim, não farão a menor diferença. “Tente evitar ter como assunto entre seus amigos e familiares apenas o seu casamento. Mantenha a sua rotina normal, saia e divirta-se com seus amigos”, orienta Camila Relva, da Compagnie. “Não se esqueça de dar atenção ao seu noivo e, quando se encontrar com ele, que não seja apenas para discutir os assuntos referentes ao casamento. Namore bastante.”

 

17.Com a aproximação da data do casamento, evite ficar pesquisando mais sobre o assunto em blogs e sites especializados. O que você contratou está contratado e ponto final. Confie nos profissionais que contratou, principalmente se estes tiveram boas referências. Com certeza, no dia de seu evento eles farão um ótimo trabalho.

 

18.Se você planeja exibir uma decoração de arrasar na igreja, com direito a velas, vasos e centenas de rosas vermelhas, saiba que isso não é barato. “Uma boa opção é dividir os custos da decoração com outras noivas que se casarão no mesmo dia”, diz Mariana G. Marcozzi, uma das sócias da MerryMakers Assessoria de Eventos, de São Paulo.

 

19.“Gosto de dizer para meus clientes que os preparativos de um casamento são um ‘cursinho’ para a vida de casado que vem pela frente. Não serão apenas os preparativos do casamento que trarão possíveis discussões e estresse. O casal deve saber conversar e ponderar para chegar a um bem comum. O legal para evitar discussões é sempre encontrar o caminho do meio. De vez em quando é preciso ceder; e este conselho serve para a vida”, acredita Mariana G. Marcozzi, da MerryMakers.

 

20.Não se esqueça de checar e re-checar datas e horários com fornecedores. A dica vale mesmo para quem contratar assessoria.

 

  • Getty Images

    Evite sobrecarregar a semana pré-núpcias com muitas tarefas. Procure relaxar fazendo coisas de que gosta: ler um bom livro, curtir uma massagem

21.Evite sobrecarregar a semana pré-núpcias com uma série de tarefas. Procure relaxar fazendo coisas de que gosta, como ouvir música, ler um bom livro, curtir uma massagem. Descansar bem, além de garantir uma pele linda para o dia especial, vai repor as energias para você curti-lo com tudo o que tem direito.


22.Procedimentos de beleza, como remoção de manchas, implante de silicone, aplicação de toxina botulínica e limpeza de pele, por exemplo, devem ser feitas com uma antecedência considerável para não subir ao altar cheia de marcas. Combine tudo direitinho com o dermatologista.

 

23.Nada de tomar chás ou medicamentos calmantes poucas horas antes da cerimônia. Você provavelmente vai estar nervosa e os efeitos podem ser bem desagradáveis.

 

24.A mesma recomendação vale para dietas muito restritivas ou malucas um mês antes do casamento. Aliás, no grande dia, procure se alimentar bem, para não passar mal.

 

25.Ok, casamento do tipo balada está super na moda. Porém, lembre-se de que não são somente seus amigos da faculdade ou do trabalho que vão prestigiar a festa. Muitos familiares, seus e do seu noivo, com mais de 50 anos não devem apreciar nem um pouco música aos berros e luzes coloridas logo no início da festa. Deixe a bagunça para depois que for servido o bolo.

 

26.Alguns detalhes que ninguém costuma levar em consideração podem transformar o casamento em um evento inesquecível para os convidados. Mariana, consultora da MerryMakers, cita como exemplo lembrar-se de pessoas com necessidades especiais na hora de decidir por um espaço para a cerimônia e a recepção e incluir no bufê opções para convidados vegetarianos, crianças ou diabéticos.

 

27.Se você se emociona com vídeos mostrando a história do casal, seja comedida no tempo de duração. Várias fotos que fazem o maior sentido para vocês dois – como aquela viagem inesquecível a Monte Verde ou a Micareta do último verão – são bem entediantes para a maioria dos convidados. O mesmo conselho vale para o número de imagens importantes – não tente prestigiar as 250 pessoas presentes ali. Elas querem dançar, comer, beber, conversar com vocês, e não assistir uma espécie de “Arquivo Confidencial do Faustão”.

 

28.Lide com imprevistos com calma. “Desesperar-se, além de não resolver nada, ainda impede que tenhamos bom desempenho de raciocínio”, destaca Camila Relva.

 

29.E atenção, noivos! A pior das TPMs não se compara à histeria que acomete algumas noivas durante os meses que antecedem o casamento. Se vocês desejam mesmo que o enlace aconteça, tratem suas garotas com afeto, compreensão e beijinhos. “Não descuidem da relação durante os preparativos. Envolvam-se e procurem participar e ajudar no que for possível”, sugere Eduardo Martins, da Loja dos Noivos. “Tudo bem que homem não se importa com qual flor estará no centro de mesa durante a recepção. Mas ele deve se importar em continuar dando respaldo psicológico, carinho e atenção à sua futura mulher para que ela se sinta segura com o futuro casamento”, salienta Mariana, da MerryMakers.

 

30.Controle a ansiedade. Aceite o fato de que o prazo que os fornecedores dão nunca bate com a velocidade que gostaríamos que as coisas acontecessem. Ter dúvidas e ficar indecisa é natural. E, por fim, aproveite todos esses momentos sem estressar, pois no máximo eles se transformarão em histórias engraçadas depois.

 

 


 

Topo