Comportamento

"Um colecionador de mulheres não é necessariamente um mau caráter", diz xavequeiro profissional

Colaboração para o UOL

Veja o que o expert no assunto Fabiano Rampazzo, autor do livro “Xaveco Pontocom – Seu manual para xavecar na internet” (Matrix Editora), pensa sobre homens que colecionam mulheres:


“Acho que tem um quê meio adolescente nisso, de autoafirmação, mas acho complicado julgar o outro quando é o desejo que está em jogo. Seria muito fácil para mim chegar aqui e descer a lenha nesses caras, chamando-os de babacas, machistas e insensíveis. Eventualmente eles até são isso tudo, mas tem também muita mulher que apenas colecionam homens - e elas estão erradas? Eu acho que não. Como eu disse, em nosso desejo quem manda somos nós mesmos. Tem cara que sente prazer em mulher de salto, outros gostam de apanhar, alguns só ficam com orientais. Como podemos julgar isso? Não podemos. Mas, se em nome disso, o cara mente, engana e ilude a mulher, isso, sim, não é legal. Acredito também que um cara que faz isso exala insegurança pelos poros e precisa provar para si mesmo que ele pode, que é capaz. Acho importante, no entanto, frisar que um ‘colecionador de mulheres’ não é necessariamente um mau caráter. Por isso, a tentativa de humanizar e desarmar esse sujeito pode funcionar. Assim, a dica que eu daria para a mulher que ficou desconfiada sobre as intenções do cara é: abra o jogo e pergunte a ele ‘Você só quer sexo? Se for, me fala, pois pelo menos eu não crio falsas expectativas’.”

 

Topo