Comportamento

O melhor e o pior do SPFW, segundo quem esteve lá

ROSANA FERREIRA
Editora-assistente de UOL Estilo Comportamento

Entra ano e sai ano, o São Paulo Fashion Week sempre gera repercussão. Seja na própria moda – o que é de se esperar -, seja no tititi dos corredores, backstages e lounges. Perguntamos a quem esteve lá nesta temporada de desfiles Verão 2011, trabalhando ou não, o que é o melhor e o pior da semana de moda paulista. Confira as opiniões de profissionais e convidados.

Malana, modelo que desfila há três edições no SPFW:
Melhor – “Eu gosto do clima do backstage, as pessoas são vibrantes. Estar aqui dá um up na carreira da modelo. É cansativo, mas é gostoso e traz reconhecimento do trabalho.”
Pior – “Não gosto das pessoas que estão aqui e se acham mais que os outros. Estamos aqui pelo mesmo motivo: a moda.

Alexandre Schneider, fotógrafo:
Melhor – “Encontrar os amigos.”
Pior – “Os roubos de equipamentos dos jornalistas que acontecem durante o evento.”

  • AgNews

    Tammy Di Calafiori

Tammy Di Calafiori, atriz que interpreta Lorena na novela “Passione”:
Melhor – “A criatividade que está no ar.”
Pior – “Ser careta. Isso significa não aceitar o gosto e as ideias do outro. Em moda, não se pode julgar; cada um tem suas preferências.”

Débora Ribeiro, produtora de moda:
Melhor – “Reencontrar amigos que não vejo há tempos, botar a conversa em dia e fazer contatos.”
Pior - “Quem faz questão de sentar na fila A.”

 

  • AgNews

    MariMoon

MariMoon, VJ da MTV:
Melhor – “As pessoas se sentem mais livres para ousar na moda. Acabei de voltar de Londres e lá se ousa mais ao se vestir. Vejo isso aqui no SPFW.”
Pior – “O estresse que deixa as pessoas sem educação. As pessoas acabam perdendo a noção.”

David Jacomini, cinegrafista de TV Gazeta, que cobre o evento há cinco anos:

Melhor – “Ficar por dentro da moda.”
Pior – “O espaço onde ficam os fotógrafos e cinegrafistas para registrar as imagens dos desfiles. É muito apertado e é preciso ‘brigar’ pelo seu espaço.”

Kelly Barbosa, que cuida da limpeza do banheiro feminino:
Melhor – “Ver os artistas, gente famosa.”
Pior – “A mulherada suja muito, joga papel na privada, no chão... Limpamos e cinco minutos depois já tudo sujo de novo.”

  • AgNews

    André Veloso

André Veloso, maquiador:
Melhor – “Reencontrar velhos amigos do meio, como modelos que fazem temporadas fora do Brasil e voltam. Mas as legais, não as deslumbradas.”
Pior – “Muita gente deslumbrada. Apesar de a moda trabalhar com sonhos e glamour, os profissionais precisam ter os pés nos chão.”

Décio Luiz Domingues, chefe dos seguranças:
Melhor – “Estou no lugar onde muitas pessoas gostariam de estar.”
Pior – “Os defeitos deixam de existir quando as qualidades são muitas.”

  • Folha Imagem

    Fernanda Yamamoto

Fernanda Yamamoto, estilista estreante no SPFW:
Melhor – “É uma oportunidade de mostrar o trabalho autoral, pois não existe plataforma melhor que um desfile.”
Pior – “Tanto trabalho para um desfile tão curto.”

Rebbeka Borba, hostess de lounge:
Melhor – “Além dos desfiles, os lounges, que são bem decorados e oferecem brindes bacanas.”
Pior – “Pessoas arrogantes. Por exemplo, quando pedimos convite para entrar no lounge, tem gente que faz escândalo porque não tem e quer entrar mesmo assim.”


 

Topo