Comportamento

Livro traz 340 repostas baseadas em dúvidas femininas

ROSANA FERREIRA
Editora-assistente de UOL Estilo Comportamento

Há 30 anos, o consultor de relacionamento Sergio Savian busca a reflexão sobre a questão amorosa por meio de cursos, consultorias, blog, livros, CDs e DVDs. Sua última investida é o livro “Amor e Sedução para a Mulher do Século XXI – 340 respostas sem as quais nenhuma mulher consegue amar” (Jardim dos Livros, R$ 29,90).

No décimo livro de sua carreira na área comportamental, Savian fez uma seleção de perguntas vindas de clientes e jornalistas num período de dois anos. “Por isso, creio que representam muito bem o que passa pela cabeça da mulher moderna”, diz.

Entre suas conclusões nesses 30 anos de trabalho, está a de que homens e mulheres precisam olhar o sexo oposto com menos ilusão e mais senso de realidade. Confira outras ideias do consultor na entrevista abaixo.


UOL Estilo Comportamento - Por que 340 perguntas? Esse número esgota o assunto ou ficaram muitas de fora?
Sergio Savian - Estas perguntas foram feitas por clientes e jornalistas durante um período de aproximadamente dois anos. Por isso, creio que representam muito bem o que passa pela cabeça da mulher moderna. Este é o décimo livro que escrevo sobre relacionamentos. O assunto é complexo e parece nunca se esgotar, mesmo porque as questões, junto com o comportamento humano, não param de mudar todo o tempo.

UOL Estilo Comportamento - Conte sobre o processo criativo para a realização deste livro.
Savian - Há 30 anos trabalho em torno desta questão. Promovo encontros entre homens e mulheres para debater o relacionamento amoroso. Minha intenção é fazer com que as pessoas se atualizem, pondo os pés no chão. Isso significa entender a natureza da relação amorosa, olhando para o sexo oposto com menos ilusão e mais senso de realidade.

UOL Estilo Comportamento – Nesses anos de trabalho, você percebeu muitas mudanças no comportamento feminino?
Savian - Sem dúvida. As mulheres se tornaram mais independentes na sua condição financeira, no comportamento e também na sua sexualidade. Com certeza, isso torna a mulher de hoje muito mais exigente nos relacionamentos.

UOL Estilo Comportamento - A mulher não anda um pouco perdida na busca do amor? Quer sua independência, ter os mesmos direitos do homem (profissionais, sexuais), mas ao mesmo busca um homem sensível, que a proteja e tenha “pegada” ao mesmo tempo.
Savian - Exatamente. A tudo isto se soma a dificuldade de muitas mulheres olharem para os homens tal como eles são em busca de uma imagem perfeita. E, como não existe este homem ideal, elas acabam sozinhas.

UOL Estilo Comportamento - As mulheres são complicadas mesmo como os homens dizem ou é puro mito? É fácil entendê-las?
Savian - Durante um tempo eu promovi um grupo de estudos com o tema “Como lidar com o sexo oposto”, com a participação de homens e mulheres. Eu perguntava ao grupo de homens e ao de mulheres quais eram suas críticas e expectativas em relação ao sexo oposto e, depois de um tempo, eles tinham que relatar suas conclusões. A lista das mulheres sempre era muito maior que a dos homens. Para elas, os homens deveriam reunir dezenas de qualidades e elas conseguiam ver muitos defeitos. A lista que os homens apresentavam era bem mais simples.

UOL Estilo Comportamento - O homem de hoje se sente acuado frente à mulher independente, que sabe o que quer e ainda toma a iniciativa no relacionamento?
Savian - Não dá para generalizar, pois existem homens que desejam a companhia de uma mulher independente, mas muitos deles sentem-se inferiorizados diante desta nova mulher. Eles não têm iniciativa e são covardes para iniciar o contato.

UOL Estilo Comportamento - O que uma mulher precisa para conquistar um homem?
Savian - Antes de tudo, ela deve ter a convicção de que o homem tem muito a ganhar com sua presença, isso significa ter boa autoestima. A mulher também precisa entender melhor o ponto de vista masculino e não ser tão crítica em relação ao comportamento deles. Por último, ela deve ser estratégica no jogo da sedução, prometendo o que ele quer, mas colocando um conta-gotas no que oferece.

UOL Estilo Comportamento - Apesar da liberdade conquistada, a mulher de hoje ainda espera o seu príncipe encantado?
Savian - Estamos no meio do caminho. Muitos comportamentos já mudaram de fato, mas ainda sobra um ideal romântico fantasioso. Creio que é possível estabelecer um relacionamento bom, sensível, sensual, mas com os pés no chão. Mas isso é reservado somente às mulheres que têm capacidade de acertar o passo com o momento presente, inclusive com uma boa dose de autoconhecimento.
 

Topo