Comportamento

Descubra se o seu relacionamento é amor ou paixão

RENATA RODE
Colaboração para o UOL

Vocês se conhecem, a química rola solta, o coração bate forte e o romance é inevitável. Mas, os meses passam, vocês são se envolvendo cada vez mais e surge aquela dúvida: será que estou amando? Ou tudo não passa de uma paixão avassaladora? E, se for amor, será para sempre? De acordo com a psicóloga carioca Luciana Cerqueira, não é fácil descobrir o que está sentindo. “A paixão altera a consciência, o que torna mais fácil para quem está de fora perceber a realidade do que a própria pessoa apaixonada”, afirma.

É possível, sim, aprender a diagnosticar um e outro. Um teste pode ajudar você a entender o que está sentindo e a identificar, finalmente, se esse romance tem futuro. Clique abaixo:

 

“Eu vivi uma situação que comparo com um furacão. Foi duro perceber que não tinha mais vida e não era mais eu na história. Só enxergava o meu parceiro e a necessidade de estar junto e agradar o tempo todo. O mundo caiu quando ele, do nada, disse que tinha acabado. Precisei fazer terapia para perceber que estava cega, não por amor, mas por paixão”, desabafa M. L., 28 anos, massoterapeuta paulistana, que sofreu com um relacionamento há um ano. Ela diz que, hoje, tenta controlar o sentimento e usa a lei da atração para focar um amor verdadeiro, e não mais uma ilusão ou aventura devastadora.

A terapeuta familiar Heloísa Capelas concorda e completa: “A sensação de êxtase, a necessidade urgente do outro, a vontade de não fazer mais nada a não ser estar com o outro e a dificuldade de enxergar as mazelas são características da paixão”, conta ela. E o amor? “Faz a pessoa viver um estado de tranquilidade interna. Ela vê o outro com o seu melhor e pior - e não deixa de amar por isso”, explica a terapeuta.

Topo