Comportamento

Quatro faxinas que você precisa fazer antes de acabar o ano

HELOÍSA NORONHA
Colaboração para o UOL

Os dias que antecedem a chegada de um novo ano são um excelente momento para reavaliar todas as áreas de atividade em que atuamos e identificar o que está funcionando, o que não está, o que nos é útil e o que não nos serve mais. Assim, ficamos livres para criar novas metas e gerar espaço para construir o que esperamos de nossas vidas. Isso vale não só para a tradicional organização da casa, mas também para realizarmos uma faxina em nosso corpo, nossa mente e nosso coração. Siga as dicas a seguir e dê boas-vindas a 2011 com, literalmente, tudo em ordem!

  • Getty Images/Thinkstock

    Meditar acalma a ansiedade e dá equilíbrio

MENTE

- Aprimore a qualidade de seus pensamentos, afugentando os pessimistas que criam obstáculos para seu sucesso e felicidade. Procure ter apenas pensamentos positivos.

- Pratique meditação. Esse exercício, além de acalmar a ansiedade e equilibrar seus pensamentos, propicia autoconhecimento, essencial para que se façam melhores escolhas.

- Elimine crenças negativas sobre si mesmo (a) e pare de tentar ser outra pessoa. Aprimore o que você já é.

- Dê fim ao hábito de tentar agradar os outros. Seja fiel a si mesmo (a) e coloque-se em primeiro lugar.

- Há quem viva do “lixo” de outras pessoas: gente que gosta de ler notícias terríveis de crimes hediondos, saber os podres dos artistas da TV, vasculhar detalhes dos problemas alheios... Para que encher a cabeça com tanta energia negativa?

- A nossa mente é quem governa nossas vontades e ações. Se queremos fazer o melhor por nossa vida, não vai ser numa cabeça poluída por pensamentos ansiosos e bagunçados que vamos conseguir criar o que sonhamos.

- Diga não. Perceba o que é prioridade para você nesse momento e recuse qualquer outra atividade, pedido ou tentação que vier desviar do que vai fazê-lo (a) feliz e satisfeito (a) ou impedi-lo (a) de cumprir uma promessa consigo mesmo (a). Pratique essa habilidade determinando limites que você quer estabelecer para si e comece o ano em saldo positivo com você.

CORAÇÃO

  • Getty Images/Thinkstock

    Alimente relacionamentos que tragam crescimento

- Alimente os relacionamentos que geram crescimento e aqueles com os quais você se sente energizado (a). Corte todos os outros aqueles que o (a) sugam e o (a) deixam fraco (a).

- Não se contente com aquilo que não está bom. Mas acredite que o primeiro coração que deve estar forte, nutrido e ser amado é o seu. Assim, invista no seu amor-próprio.

- Solte o verbo e reclame. Por mais que doa, sempre coloque os devidos limites de dentro para fora e de fora para dentro. Suportar situações adversas tem limites e, passados esses limites, abre-se a porta para as mais diversas doenças.

- Livre-se dos preconceitos e dos mitos que atrapalham sua vida. Invista no seu prazer, naquilo que promova sua alegria e não esqueça a sua libido. Invista mais nas preliminares e deixe para fora do quarto a vergonha ou o receio de falar do que gosta. Masturbe-se, pois é uma ótima forma de descobrir onde está o seu prazer.

- Há quem aprecie não só carregar as próprias “tranqueiras”, mas também depositá-las nas costas dos outros: culpas, dureza, amargura... Jogue fora sentimentos que já deveriam estar no lixo há muitos anos.

- Deixe de lado alimentos que podem comprometer sua saúde e, consequentemente, sua vida sexual, como carboidratos, doces, refrigerantes e álcool em excesso. Tudo isso afeta a libido e pode até comprometer o desempenho sexual - uma das causas da impotência masculina é o diabetes.

- Tenha compaixão com a raiva. Não será muito melhor começar um novo ano sem carregar toda essa bagagem nas costas? Todos nós sentimos raiva, frustração, irritação, isso é humano. Vá para a frente do espelho e veja a sua cara quando você está no auge desse sofrimento. É uma cara horrível, não? Ria, faça palhaçadas para si mesmo (a). Sentir raiva é legítimo, mas não é necessário ficar preso a ela e concretizá-la em seu corpo. Isso só gera mais sofrimento.

CORPO

  • Getty Images/Thinkstock

    Cuide do corpo e da alimentação

- A atividade física manda embora o estresse e a tensão acumulados. Nesse fim de ano, aproveite para caminhar no parque ou nadar na piscina do clube ou do condomínio.

- Se for passar o Réveillon na praia, tente tomar um banho de mar antes de soar a meia-noite do dia 31. Purificadora, a água do mar leva embora todas as energias negativas e o cansaço acumulados em 2010.

- Que tal abolir a açúcar branco da alimentação? Isso pode ser feito de maneira gradativa, é claro. A sacarose, fruto do beneficiamento da cana-de-açúcar, cobra um preço muito alto para entrar no organismo, retirando cálcio e fósforo de nossas reservas, que estão principalmente nos ossos.

- Mais um bom motivo para dizer adeus ao açúcar? Ele perturba o metabolismo impedindo um bom funcionamento, gerando fermentação e acidez, o que acaba predispondo a inflamações e inchaços, impedindo também qualquer tentativa de redução de peso.

- Varra o sedentarismo para fora da sua vida. Se a ideia de frequentar uma academia não o (a) empolga, tente caminhar pelo menos três vezes por semana por 40 minutos no mínimo. Isso ativa a circulação e o pensamento, abrindo novas perspectivas.

- Faça uma limpeza na pele do rosto e uma esfoliação corporal para retirar as impurezas e as células mortas. Além de ganhar uma pele novinha em folha, você ainda vai deixá-la preparada para conquistar um bronzeado bonito e uniforme neste verão.

- Fazer uma faxina no corpo significa promover uma mudança nos hábitos: esquecer aquilo que sabemos que é ruim e adotarmos uma nova consciência.

- Coma peixe. Sua carne é rica em ômega 3, substância que proporciona diversos benefícios ao organismo, como a diminuição do colesterol ruim (LDL) e o aumento do bom (HDL), a proteção contra doenças cardíacas e o estímulo ao desenvolvimento da atividade cerebral.

- Beba chá de alecrim. A bebida ajuda a combater o estresse físico e mental, condições de depressão, a gota, o reumatismo, colesterol, dores de dente, estômago preguiçoso e até enxaquecas. A folha também pode ser usada como tempero para carnes de porco, carneiro e peixe, além de aromatizar vinagres e óleos.

- Acrescente alface em suas refeições. A verdura é ótima para quem quer mandar o mau humor para bem longe. Ela é rica em folato, cuja falta pode ocasionar quadros de depressão, confusão mental e cansaço. No talo é possível encontrar a lactucina, que atua como um calmante natural.

- Dê preferência ao arroz integral. Em comparação com o arroz branco, o integral só apresenta vantagens. Como ele tem os grãos intactos, que preservam a película e o gérmen, possui maior concentração de nutrientes. Seu consumo regular diminui os problemas intestinais, como a constipação, melhora o metabolismo da glicose nos diabéticos, protege o sistema nervoso devido à presença da vitamina B1 e melhora o metabolismo da contração muscular.

- Consuma limão. A fruta é rica em vitamina C e ajuda a regular o organismo, otimiza a ação do sistema excretor e melhora a eliminação de toxinas do corpo. Assim, fica mais fácil o controle do diabetes, do colesterol, dos triglicerídeos e de substâncias que geram estresse, ansiedade e depressão.

- Beba muita água. Deve ser a primeira coisa que você precisa colocar no seu corpo pela manhã para limpar as toxinas acumuladas durante o sono, literalmente lavando seu corpo por dentro. Tome de 250 a 500 ml logo após acordar, todos os dias.

- Coma bastante vegetais folhosos verde-escuros, como couve, salsinha, rúcula, espinafre e outros. Eles ajudam o fígado a processar as toxinas, como comidas gordurosas, excesso de proteínas e álcool.

- Movimente-se. Esse item é essencial para livrar o corpo de tensões, estresse e exageros. Ioga é especialmente boa para ajudar o corpo num processo de limpeza. Invista em asanas (posturas) de torção, que “espremem” os órgãos internos no abdome e incentivam a eliminação de toxinas.

CASA

  • Getty Images/Thinkstock

    Organização evita a estagnação de energia

- Jogue fora, venda ou doe objetos que não têm mais nenhuma razão para permanecer na sua casa e em sua vida.

- Remova a estagnação de energia eliminando os excessos. Guarde apenas o que você usa e aprecia realmente.

- Retire tudo aquilo que não usa há mais de um ano de seus armários – roupas, acessórios, sapatos e até peças íntimas – e doe para alguma instituição de caridade. Desse modo, além de criar mais espaço, você também renovará as energias e fará uma boa ação.

- Para que conservar (ou pior, usar) louças lascadas, panelas sem cabo, vasilhas de plástico sem tampa e afins? Doe tudo isso.

- Aliás, jogue fora a mania (lastimável!) de usar louça e copos velhos e lascados no dia a dia e retirar do armário as peças especiais de porcelana ou prata somente quando recebe visitas. Sua família – ou você mesmo (a), se morar só – é o seu bem mais precioso e merece o melhor. Lembre-se: todos os dias são especiais, tudo depende de como os encaramos.

- Sabe aquele eletrodoméstico que você deixou no armário há tempos para mandar consertar e nunca tomou uma atitude? Doe também para uma instituição de caridade. Esses locais sempre contam com um setor de manutenção, onde poderão consertar e vender. O valor apurado costuma ser revertido para a instituição.

- Espante o mau humor e organize todos os armários da casa, jogando fora o que não presta mais – inclusive documentos antigos e canhotos de cheque que não servem para mais nada. A bagunça produz alguns efeitos na nossa vida: traz sentimentos de desorganização, irritação, tensão e até mesmo depressão. Em contrapartida, a organização nos traz maior domínio sobre a vida, mais leveza e melhora os relacionamentos.

- Livre-se daquele cheiro de “guardado”. Lave edredons, cobertores e blusas de lã e guarde-os em embalagens a vácuo. A embalagem a vácuo faz com que suas roupas permaneçam cheirosas, sem mofo ou odores desagradáveis, até a próxima vez de usar.

- Limpe e organize a sua despensa e geladeira, você vai se surpreender com a quantidade de produtos fora da validade.

- Troque as fotos dos porta-retratos. Vai ser um momento prazeroso olhar álbuns de fotografia para escolher as novas imagens. Se tiver crianças, chame-as para ajudar – elas vão adorar!

- Ajude uma biblioteca. Quem não tem livros guardando poeira dentro de armários e em estantes? Sejam clássicos, contemporâneos ou técnicos, há sempre espaço para mais livros em bibliotecas públicas, desde universidades e escolas, até em terminais de ônibus. Você ganha espaço e um obrigada.  

- Seja verde. Aproveite que os produtos ecológicos e orgânicos de higiene e limpeza estão aparecendo no mercado e livre-se dos produtos químicos que intoxicam seu lar e seu corpo. Assim tudo fica limpo de verdade.

- Recicle a energia e os materiais. Papéis guardados não acumulam só sujeira, mas também criam um ponto de estagnação de energia na casa. Organize-os em pastas ou sacos plásticos e elimine o que não tem mais serventia, para serem reciclados por entidades apropriadas.

Consultoria:

- Ana Raia, sócia-fundadora da empresa Raia Coaching e mentora do Kabbalah Centre Brasil

- Carlos Araújo, cirurgião vascular e diretor-presidente do Instituto Paulista para Tratamento de Disfunção Erétil

- Eduardo Ferraz, consultor e especialista em gestão de pessoas, negociação e vendas, autor de “Por Que a Gente É do Jeito que a Gente É?” (Ed. Gente)

- Gabriela Casabona, dermatologista

- Heloisa Lúcia Sundfeld, empresária e personal organizer, dona da Help Personal Assistant

- Juliana Faria, arquiteta e personal organizer, dona da Yru Organizer - Organização de Ambientes

- Maximo Asinelli, nutrólogo

- Melissa Setubal, coach de saúde integrativa

- Samir Wady Rahme, médico clínico com formação em medicina antroposófica

- Silmar Coelho, psicólogo e escritor de livros nas áreas de aconselhamento familiar, liderança e motivação

- Sueli Meirelles, psicóloga, autora de "Do Divã à Espiritualidade: ATH - Abordagem Transdisciplinar Holística em Psicoterapia” (Ed. Ideias & Letras)

Topo