Comportamento

Você faz tempestade em copo d?água? Faça o teste e entenda melhor suas explosões

GISELA RAO

Colaboração para o UOL

Se nós fazemos drama por qualquer coisinha? Segundo uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha, os casais brigam, em média, 312 vezes por ano. E, na maioria das vezes, por razões banais, como zapear entre os canais de TV ou deixar a toalha molhada em cima da cama. Mas não é exclusividade dos casais ter reações exageradas. Não são raras as pessoas que perdem o controle diante de obstáculos rotineiros. Faça o teste e descubra se você é uma delas. Depois, entenda melhor as causas desses rompantes e saiba como encarar os problemas com mais tranquilidade.

Mestre em psicologia pela USP, André Camargo Costa diz que há pessoas que deixam que qualquer probleminha tome proporções enormes. “Exagerar no tamanho do problema envolve a vontade de chamar a atenção para si mesmo. É um modo de aumentar a própria importância", desvenda o psicólogo. "Muitas vezes, também pode se tratar de um deslocamento, ou seja: a reação é desproporcional à situação atual, mas seria adequada a uma outra questão, que ficou  guardada no inconsciente”, afirma André.

Um exemplo clássico: depois de ser demitido, você desconta em alguém no trânsito. "A descarga emocional é real, mas direcionada à pessoa errada”, completa o psicólogo. Para André, a mesma tempestade, se desabasse no oceano, teria menos efeito do que uma marola. “Assim é para uma mente estável. Mesmo um grande problema pode ser vivido com serenidade e livre de afetações.”
 

Antes da tempestade
O psicólogo Cyro Leão, terapeuta holístico especializado em reequilíbrio energético, dá sugestões para evitar os descontroles emocionais:

5 RAZÕES PARA MANTER O CONTROLE

1. Dar um show em público prejudica a sua imagem. Por mais que você tenha razão, ninguém apoia pessoas descontroladas
2. Quando você fica fora de si, é frequente magoar as pessoas com suas atitudes. Reflita: será que vale a pena?
3. Quando você se deixa tomar pela raiva, acaba constrangendo as pessoas e, consequentemente, fica com vergonha depois
4. Quem sempre se exalta fica com fama de descontrolado, o que não é nada bom, principalmente no trabalho
5. Em um ataque de fúria, o corpo libera grandes quantidades de hormônios como o cortisol e adrenalina, o que enfraquece o sistema imunológico

 

5 ATITUDES PARA EVITAR O ESTARDALHAÇO

1. Pode parecer batido, mas respirar fundo funciona. Essa pequena pausa faz com que você volte para o seu eixo
2. Tente olhar a situação de outro ângulo, sem tanta emoção e analisando os fatos mais friamente. Você pode perceber que o problema não é tão grave assim
3. Pense no arrependimento que virá logo depois do seu ataque de nervos (e ele sempre vem)
4. Lembre que a vida é sempre mais importante do que o fato e que nada é mais importante do que a saúde. Preserve-se!
5. Quando você controla suas emoções, resgata seu poder interior e aumenta a sua autoestima. Quando se descontrola, certamente estará dando esse poder para alguém de mão beijada

 

Topo