Vida no trabalho

10 tipos de amiga para você manter distância

Fotomontagem/Thinkstock
"Não adianta afastar o que não é bom quando o pior está dentro de nós", diz a psicóloga Teresa Reginato imagem: Fotomontagem/Thinkstock

HELOÍSA NORONHA

Colaboração para o UOL

Nem toda amizade é o que parece ser... Por mais que os gostos e valores pareçam comuns aos das amigas, o conflito de personalidades (e alguns defeitinhos básicos) pode gerar problemas. Veja quais os 10 principais tipos de amizade que você deve evitar, mas, antes, avalie-se e veja se encontra alguma dessas características em você. “Não adianta afastar o que não é bom quando o pior está dentro de nós”, afirma a psicóloga Maria Teresa Reginato, de São Paulo. “E, além do mais, as pessoas podem mudar. Antes de descartar alguém, converse francamente e, quem sabe assim, acaba ajudando em algum comportamento inconsciente da amiga."

1ª A NARCISISTA

Narcisista só ama a si mesmo. “Amigas assim não são companhia de verdade. Estão ao seu lado, mas nada acrescentam”, diz a psicóloga Maria Teresa Reginato, criadora do site www.facaterapia.com.br. Segundo a psicóloga especialista em psicossomática Eliete Matielo, também de São Paulo, a amiga narcisista é aquela que se sente a mais linda de todas, a melhor, mas, na verdade, esconde uma autoestima baixa. “Todo cuidado é pouco com ela. Destacar-se mais do que ela poderá ser motivo de discórdia e até de difamação”, alerta.

2ª A EGOÍSTA

Pessoas egoístas têm pouco para oferecer e sabem tirar bastante dos que estão à sua volta. São como vampiros emocionais e materiais. “Uma amiga sempre me procurava para desabafar seus problemas com a família. Eu a ouvia durante horas, sempre dando conselhos e acalmando-a. Quando me separei, no entanto, quis sair para conversar e ela disse que estava muito ocupada. Até aí, tudo bem. Mas eu a chamei em outra oportunidade e sabe o que ela me disse? Que estava em uma fase muito boa da vida e não queria saber de energias negativas”, conta a administradora de empresas Vânia Pereira, de 31 anos.

3ª A PRESA AO PASSADO

Para a psicóloga Maria Teresa, o passado deve ser visitado para recolhermos as lições e seguirmos em frente. No entanto, pessoas que vivem presas ao passado são autopunitivas, têm pouca coragem e tendem a ser negativas com relação ao futuro. Portanto são como uma bola de ferro presa ao pé de quem quer se desenvolver. “Afaste-se, pois essa amiga não pode lhe oferecer crescimento. Seus conselhos e conceitos pararam no tempo, então, cuidado ao ouvi-los”, sugere Eliete Matielo, que também é diretora da agência de relacionamentos Eclipse Love.

4ª A PRECONCEITUOSA

Todos nós temos preconceitos de algum tipo. O problema é quando a pessoa não quer se desapegar dessas ideias e não consegue olhar outros ângulos. “Pessoas preconceituosas podem ser cruéis ou tirânicas com os amigos”, avisa a psicóloga Maria Teresa Reginato. Foi o que aconteceu com a publicitária Vanessa*, de 33 anos. “Uma ex-amiga de infância achou que eu estava usando drogas porque fiz uma tatuagem. Fiquei indignada, pois a fulana me conhecia há mais de 20 anos e sabia que eu não curtia isso. O pior é que se afastou. Nem teve coragem de dar a opinião na minha cara, o que só me leva a concluir que ela era uma péssima amiga. E se eu tivesse mesmo virado dependente química? Uma amiga de verdade daria força e ofereceria ajuda, jamais teria uma atitude mesquinha como a dela.”

5ª A CONSUMISTA

Uma amiga consumista pode levar você a achar que tem necessidades que, na verdade, você não tem. Ela é ótima para informar sobre moda, tendências, gadgets etc., mas oferece um perigo altíssimo em um passeio ao shopping. “A alegria e o fascínio de consumir algo desejado é fabuloso, mas essa compulsão contagiante pode deixá-la em maus lençóis, se as compras estiverem fora do seu orçamento, ou com autoestima baixa, se não conseguir acompanhá-la”, salienta Eliete Matielo.

6ª A CARREIRISTA

Ser carreirista é bem diferente de ser ambiciosa. Ter ambição significa lutar pelos objetivos com os próprios recursos e esforços. A carreirista é do tipo que passa por cima de qualquer um. Cuidado: um dia a massacrada pode ser você. A jornalista Lizandra*, de 30 anos, sempre ouvia uma ex-colega de trabalho se gabar. “Aquilo me incomodava, pois tenho certos valores e princípios meio rígidos, mas continuei a amizade. Um belo dia, ela assumiu o comando de um projeto que eu havia feito, pelas minhas costas”, revela.

 

7ª A PEGADORA

Precisa se autoafirmar através da quantidade de conquistas. Assim como a carreirista, também pode não ser de confiança e querer pegar um troféu de outra –inclusive o da amiga. Pode ser uma companhia divertida quando você está solteira. Se estiver namorando sério, porém, é bom evitá-la –ou você correrá o risco de, no mínimo, passar bastante raiva com as prováveis tentativas de sedução pra cima do SEU namorado.

8ª A DESANIMADA

O desânimo demonstra energia baixa, frustrações e falta de atitude. Tudo é um sacrifício para essa amiga. Você tem de fazer muito mais esforço para realizar um desejo seu com alguém assim do seu lado. “Quem não tem ânimo e não quer melhorar não precisa de amigos, precisa de um médico ou de um terapeuta”, destaca a psicóloga Maria Teresa Reginato.

9ª A FOFOQUEIRA

Embora muita gente pense que a fofoca é uma bobagem, ela não tem nada de inocente e pode prejudicar (e muito) a vida de uma pessoa. Afaste-se de amigas fofoqueiras, pois elas são perigosas. E avalie: se ela fala mal de todo mundo para você, será que não faz o mesmo sobre você para todo mundo?

10ª A DESQUALIFICADORA

“Estava toda feliz para contar à minha ex-melhor amiga que eu começaria a fazer pós-graduação em moda, quando ouvi do outro lado da linha: ‘Moda? Ah, é, você gosta dessas coisas...’. Isso com direito à uma voz bem desdenhosa...”, conta Patrícia*, de 27 anos. A desqualificação vem da inveja e da baixa autoestima. “Todos sentimos inveja alguma vez na vida, mas ao agir de forma a desqualificar o outro estamos deixando o problema se tornar danoso. Fuja dessas pessoas”, aconselha Maria Teresa Reginato.

* Nomes alterados a pedido das entrevistadas

Topo