Comportamento

10 erros que os pais cometem na hora de alimentar, ninar, distrair e acalmar as crianças

Julia Bax/UOL
Fique atento às refeições e evite ligar a televisão ou trocar a comida do prato pela mamadeira imagem: Julia Bax/UOL

ANDRESSA ROVANI

Colaboração para o UOL

Quem tem filho sabe: distrair uma criança não é tarefa fácil. Fazê-la comer, dormir ou manter a manha sob controle pode levar os pais a atitudes extremas. E, quando elas funcionam, tornam-se maus hábitos no desenvolvimento do pequeno. Mas que pai já não recorreu à televisão para fazer o bebê comer ou lançou mão da chupeta para vê-lo parar de chorar?

Muitas destas ações dos pais são desaconselhadas pelos especialistas. “Nos últimos 20 anos, as crianças têm dado a ordem em casa. Já que ficaram tanto tempo no trabalho e longes do filho, os pais não querem frustrá-lo. Esse é o grande equívoco”, diz a neuropsicóloga infantil Ana Olmos. Segundo ela, é preciso que os pais introduzam logo cedo o princípio de realidade para a criança, mostrando os motivos pelos quais uma ação deve ou não ser feita.

O UOL Comportamento consultou especialistas para saber quais são os principais erros que os pais cometem ao tentar entreter as crianças e quais as alternativas para fugir deles. Ao menos uma conclusão é certa: “Tirar da criança um hábito ruim é mais difícil do que introduzir desde cedo um comportamento certo, mesmo que este dê trabalho”, afirma a pediatra Márcia Pradella-Hallinan, do Instituto do Sono.

Topo