Comportamento

Famosos e "anônimos" contam as loucuras que já fizeram por amor

SIMONE CUNHA

Colaboração para o UOL

"O amor nos impulsiona a tomar atitudes que no dia a dia não temos coragem. Quando amamos, perdemos um pouco da racionalidade", explica a psicóloga Claudia Limeira Ferreira, do Rio de Janeiro (RJ). E alguém duvida? Quem nunca fez algo que jamais repetiria quando estava apaixonado? A psicóloga explica que que o sentimento faz as pessoas entrarem em um terreno de emoções e fantasias, o que pode levar à mudança do padrão de comportamento.

De acordo com a psicóloga Triana Portal, de São Paulo (SP), atitudes impulsivas e repentinas são movidas pela paixão. "Tudo passa a ter um colorido intenso, como se a razão estivesse entorpecida", diz. E essas atitudes podem ser estimulantes em um relacionamento. Marcam momentos especiais, como um pedido de casamento, ou movimentam a relação. "Fugir da mesmice é muito positivo. Certamente, surpresas, presentes intrigantes, momentos inusitados marcam para sempre", afirma Triana.

Mas se você planeja uma loucura, cuidado. “É muito importante não expor quem você ama a situações ridículas ou constrangedoras”, diz Claudia. Para Triana, "a ousadia deve ser calculada proporcionalmente ao grau de envolvimento e de temperamento de quem vai receber". Você já fez alguma loucura de amor? Use o campo de comentários desta matéria para contar a sua história.

Topo