Comportamento

Saiba onde há boas chances de encontrar o amor de acordo com a faixa etária

Stefan/UOL
Esqueça um poucos as baladas e invista em outros ambientes que não sejam de caça imagem: Stefan/UOL

Heloísa Noronha

Do UOL, em São Paulo

Encontrar alguém para namorar e, quem sabe, dividir a vida, não é tarefa das mais simples, mas pode se tornar menos árdua se você procurar por alguém nos lugares certos. E o conceito de lugar certo não é aquele com um bom contingente de pessoas, mas o que seja mais adequado para encontrar gente que combina com você. "Podemos achar um amor em qualquer lugar: no trânsito, a caminho do trabalho, em supermercados, fila do banco, ponto de ônibus", exemplifica a psicóloga Raquel Marques.

Todos os dias, passamos por centenas de pessoas na rua, no metrô, no trabalho, em restaurantes, elevadores, padarias.  "E, mesmo assim, colocamos as expectativas para as noites de sexta e sábado, ao sair para a caça", diz a psicóloga Eliete Matielo, diretora da agência de relacionamentos Eclipse Love. "Por que, se todos os dias temos chances e as desperdiçamos?”, questiona ela, que sugere prestar mais atenção no mundo ao redor. “Aí é que estão grandes oportunidades de se conhecer pessoas interessantes”, diz ela.

Para Raquel Marques, o mais importante é ter disponibilidade interna e dar chance para que alguém se aproxime. “Essa abertura pode ser com uma troca de olhares em lugar público, com um sorriso, o início de uma conversa informal, a busca de uma informação qualquer". Já a psicóloga Suzy Camacho aconselha a prestar atenção no seu nível de exigência. “Não são poucos os casos em que a pessoa descarta um provável romance logo no primeiro encontro, com a justificativa de que não houve química. Para mim, é necessário sair, no mínimo, cinco vezes para ter uma ideia clara sobre o outro, já que a primeira costuma ser marcada por ansiedade, nervosismo e pouca espontaneidade", diz. E se deixar o amor apenas por conta do acaso é pouco, confira sugestões de lugares ideais para paquerar, conforme a faixa etária:

 

Topo