Relacionamento

Mulheres ficam satisfeitas quando conseguem perceber infelicidade do parceiro

Thinkstock
Mulheres preferem emoções negativas a abstenção ou o silêncio imagem: Thinkstock

Do UOL, em São Paulo

Os homens aspiram entender o que as mulheres querem há gerações. Um estudo publicado no "Journal of Family Psychologyde" este ano dá pistas (um pouco confusas, é verdade) para a resolução dessa eterna dúvida: as mulheres estão satisfeitas quando seus parceiros sabem que elas estão chateadas.

De acordo com o estudo, o bem-estar de um relacionamento está diretamente ligado à forma como os parceiros conseguem identificar e entender as emoções um do outro. Para isso, a pesquisa recrutou 156 casais heterossexuais e pediu que contassem uma situação recente que seu parceiro fez que os deixaram aborrecidos ou desapontados. Os casais foram colocados frente a frente e foram incentivados a discutir sobre o problema durante oito e dez minutos, enquanto eram gravados.

Os pesquisadores, então, selecionaram seis clipes de 30 segundos com as respostas mais positivas e negativas dadas por cada participante. As respostas foram assistidas pelos casais, que avaliaram seus próprios sentimentos e os dos respectivos parceiros.

De acordo com a pesquisa, as mulheres são propensas a estarem mais satisfeitas em um relacionamento quando conseguem identificar a raiva ou frustração do parceiro. Não que elas sejam felizes com a desgraça alheia, mas elas preferem conviver com emoções negativas a abstenção ou o silêncio do homem.

Os homens, por sua vez, mostram-se mais simples: eles são felizes no relacionamento quando suas parceiras estão felizes. Diferentemente delas, os homens ficam infelizes quando tomam conhecimento da infelicidade da parceira.

Por mais confuso que os relacionamentos possam ser, o estudo chega a uma conclusão: para um relacionamento mais feliz para ambas as partes, homens e mulheres devem ser mais comunicativos sobre seus sentimentos, além de serem mais compreensivos.

Topo