Relacionamento

O telefone não tocou no dia seguinte? Veja por que eles e elas não ligam após um encontro

Thinkstock
Para que a relação não acabe no primeiro encontro, aja com cautela imagem: Thinkstock

Simone Cunha

Do UOL, em São Paulo

Para você, o encontro foi incrível e você não vê a hora de marcar o segundo. Apesar de toda a sua ansiedade e expectativa, o seu telefone não toca --e você já conferiu se ele está ligado, com a bateria carregada, com bom sinal. Para a terapeuta de casais Claudya Toledo, não há mistério: a ligação no dia seguinte vai depender da maneira como você se comportou no primeiro encontro. "Se a pessoa mantém atitudes para que o outro se interesse em marcar o segundo encontro, vai rolar. Mas se inicia este primeiro contato no clima ‘mais ou menos’ para ver no que vai dar, é muito provável que o telefone não toque", diz.

Para o psiquiatra Luiz Cuschnir, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, independentemente do gênero, pessoas que têm traumas emocionais de outras relações costumam se posicionar com descrença de que outra poderia completá-la. "Como defesa, se envolvem em seus afazeres de tal forma que não criam condições para ligarem no dia seguinte", afirma.

No entanto, atitudes femininas e masculinas podem ser desanimadoras no primeiro encontro, impossibilitando o próximo. "É comum as mulheres ficarem mais artificiais e os homens tentarem mostrar uma articulação extra para seduzir a parceira", exemplifica o psicólogo Thiago de Almeida, especialista em relacionamentos. E prevendo a chance de ser analisada, a pessoa se comporta de maneira desconfortável para aquela situação. "Neste tipo de encontro, frequentemente a pessoa tenta direcionar a conversa para o que lhe interessa, esquecendo-se de ouvir o outro", afirma Almeida. O psicólogo diz que é importante saber o que quer, mas também dar tempo para o outro expor suas ideias.

Não existe regra quando o assunto é relacionamento. Porém, vale prestar atenção em algumas atitudes que podem afugentar uma paquera. Afinal, homens e mulheres observam com olhares diferentes e um deslize pode fazer o outro desistir antes mesmo de o conhecer melhor. Confira o que faz com que homens e mulheres não liguem no dia seguinte.

  • Thinkstock

    Demonstrar grosseria no primeiro encontro diminui muito as chances de que haja um segundo


QUANDO ELAS COSTUMAM NÃO  LIGAR:

Ele não é cavalheiro
Para a mulher, o pretendente tem de ser gentil e educado. "Se ele demonstra ser um cara grosseiro, que fala palavrão e trata mal as pessoas, já era", afirma psicóloga clínica Miriam Barros. Para a psicóloga, o homem pode ser lindo, mas se não for cavalheiro, dificilmente esse relacionamento irá a diante. 

Ele é muito pegajoso
As mulheres gostam de atenção, carinho e gentileza. Mas na medida certa. "O homem grudento, que elogia demais, pergunta demais e fica o tempo todo pegando aqui e ali não passa no teste", diz Miriam Barros. Segundo ela, o grude é interpretado como imaturidade, além de ser irritante.

Ele bebe demais
Cada vez mais, o álcool é sinônimo de problemas. "O homem que bebe demais no primeiro encontro ou comenta que na noite passada tomou um porre, provavelmente, não terá uma nova chance", diz Claudya Toledo. A terapeuta afirma que as mulheres estão muito exigentes neste assunto, afinal, conviver com bebedeiras não é o desejo de ninguém.

Ele não se encontrou profissionalmente 
"Quando ela avalia que o homem é muito dependente, inseguro e fracassado, principalmente do ponto de vista profissional ou econômico, a reprovação é certa”, afirma Cuschnir. Para Claudya, as mulheres buscam estabilidade. Se o homem não tem emprego fixo ou ainda está em dúvida sobre qual carreira seguir, dependendo da faixa etária, não vai despertar interesse. 

Ele é muito apressado
Forçar a barra para transar no primeiro encontro pega mal. "Se a conversa gira em torno de beleza física e sexo, é provável que a relação não vingue. Como ele demonstra que não quer nada sério, cabe à mulher decidir se vale apenas uma noite", diz Claudya. Além disso, quem está na balada querendo conquistar qualquer uma, geralmente, atira para todos os lados. E se está paquerando todo mundo, não vale para um segundo encontro. Segundo Cuschnir, a desconfiança em relação à fidelidade é outra questão que faz a mulher desistir do pretendente. 

  • Thinkstock

    Homens se intimidam com mulheres que fazem muitas perguntas, portanto, maneire na curiosidade


QUANDO ELES COSTUMAM NÃO LIGAR:

Ela se derreteu demais
Mesmo que a mulher tenha se encantado por um homem, é melhor se conter. "Se ela fica muito disponível, a chance de o homem não ligar é enorme", diz a psicóloga clínica Miriam Barros. Segundo ela, eles são mais lentos, exploram a situação e analisam o comportamento aos poucos. "Se a mulher demonstra que ficou muito entusiasmada, é provável que ele entenda isso como ‘ela quer compromisso sério’, e os homens fogem disso nos primeiros encontros", afirma a especialista.

Ela fez muitas perguntas
Os homens ficam constrangidos com interrogatórios. De acordo com Miriam Barros, o primeiro encontro deve ser leve e divertido. Por isso, a mulher não deve fazer questionamentos sobre o que ele faz, onde trabalha, se mora com os pais, há quanto tempo terminou o último relacionamento e quanto tempo o último relacionamento durou. "Para a mulher, é normal falar sobre estes assuntos, mas os homens se sentem acuados", diz a psicóloga.

Ela fala muito sobre trabalho
No primeiro encontro, o ideal é falar sobre amenidades: viagens, passeios, gostos musicais. "Homem gosta de emoção e, no primeiro encontro, vai adorar saber que a pretendente tem vontade de saltar de paraquedas ou fazer uma viagem de navio, por exemplo. Mas ele vai detestar falar de trabalho, que, para ele, significa competitividade e prazos", afirma Claudya Toledo.

Ela não para de falar do "ex"
Se ele perguntou sobre o passado, seja sucinta. Contar em detalhes sobre o seu relacionamento anterior não vai agradar o pretendente. Aliás, o melhor é evitar falar de relações problemáticas. "O homem avalia como ela se relaciona com a família, seus vínculos e estrutura familiar que pode incomodá-lo em um relacionamento futuro", diz Cuschnir. Portanto, é melhor falar apenas o necessário.

Ela demonstra muita independência  
Os homens gostam de mulheres com personalidade, mas isso não significa que ele queira que você não dependa de ninguém, nunca, para nada. "As mulheres acham que demonstrar poder profissional e financeiro atrai o sexo oposto, mas atrapalha”, diz Claudya. Alguns homens se sentem dispensáveis e prefere se afastar. Outros, aceitam. "Mas não reclame que seu companheiro é um banana. Se desde o primeiro encontro você quis direcionar tudo, com certeza, ele vai se acomodar”, afirma a terapeuta.

Topo