Vida no trabalho

Siga sete passos para dizer ao chefe que você está sobrecarregado sem parecer preguiçoso

Orlando/UOL
Antes de dizer ao seu chefe que está com atribuições demais, reflita sobre o modo de falar imagem: Orlando/UOL

Clara Monteiro

Do UOL, em São Paulo

Altos índices de desemprego foram um dos problemas principais da economia brasileira nas décadas de 1980 e 1990. Este pode ser um dos motivos do tabu que é dizer ao chefe que se está sobrecarregado. "O brasileiro tem uma dificuldade enorme em dizer não", afirma Alexandre Prates, especialista em desenvolvimento humano, liderança e performance organizacional e fundador do ICA (Instituto de Coaching Aplicado). O medo é parecer que se está recusando trabalho e, assim, ficar com a imagem de preguiçoso.

Mas tanta boa vontade tem um fim pouco nobre: "A pessoa assume coisas demais e acaba sendo incapaz de entregar um bom resultado", diz Alexandre. Por isso, se sua lista de atributos está impossível de vencer, acompanhe os seis passos para dizer ao chefe que você está sobrecarregado, sem parecer folgado.
 

1. Quantifique sua sobrecarga
 

Liamar Fernandes, instrutora da Sociedade Brasileira de Coaching, explica que antes de tudo é preciso saber exatamente o que cabe no seu dia. "Categorize suas atividades entre alto impacto, ou seja, aquelas diretamente ligadas ao resultado do negócio; médio impacto, que são as que interferem, mas não diretamente no negócio, e baixo impacto, para as que precisam ser feitas, mas podem esperar".
 
Com 37 anos de experiência corporativa, Liamar reconhece que nem os chefes sabem fazer isso. "Se houver mais de uma prioridade, isso deve ser comunicado ao chefe. A palavra-chave é negociação", diz ela. Mas, para negociar, você precisa saber exatamente com que argumentos contar. Por isso, é importante ter na ponta da língua o que está lotando sua agenda.
 

2. Avalie por que você vai reclamar
 

Responda sinceramente: sua motivação é sair mais cedo às sextas para evitar o trânsito; trabalhar tanto quanto o seu colega ao lado, que sempre parece estar tranquilo, ou melhorar seu desempenho e evitar comprometer o resultado da empresa? "O objetivo do colaborador deve ser no negócio", diz Liamar. Portanto, reflita se você tem um bom motivo para dizer que está sobrecarregado.
 

3. Decida o quê vai falar
 

Escolher as palavras certas é fundamental. "'Preciso que você reveja minhas atribuições porque estou cansado'" é diferente de "'Percebo que não consigo mais entregar o que devo e me sinto mal por isso'", exemplifica Alexandre Prates, do ICA (Instituto de Coaching Aplicado).

4. Escolha quando é o momento de falar
 

Se seu momento na empresa não é dos melhores, adie a conversa. Alexandre explica que a imagem do colaborador na empresa é uma parte importante do sucesso no pedido de revisão das atribuições. Por isso, nunca tenha essa conversa se você acaba de chegar. "Espere três ou quatro meses, no mínimo, para falar a respeito, se necessário".
 

5. Preste atenção ao modo de falar
 

Não tire conclusões de fundo emocional antes da conversa. Se você está magoado porque pensa ser um absurdo o seu chefe não enxergar o quanto você está sobrecarregado, isso transparecerá no discurso. "Em nossos diálogos, nos armamos mais de sentimentos e opiniões do que de fatos", explica Rosângela Quaglio, coach qualificada pela ASTD –The American Society for Training and Development e consultora da MOT, empresa de soluções em treinamento com clientes como Bradesco, TAM e Petrobras. É preciso evitar esta cilada.
 

6.  Pense em uma alternativa
 

A velha máxima "melhor levar uma solução que um problema" também vale aqui. Reflita: você leva os problemas certos para o seu chefe? Chegar com uma proposta de redistribuição conta pontos. "Ao explicar que você está sobrecarregado, ele precisa ver que você sabe como está o nível de trabalho de toda a equipe, que está propondo uma maneira de distribuir as tarefas em um arranjo que, no final, beneficiará não só você, mas a todos", diz Rosângela.
 

7. Tenha certeza de que o problema não é você
 

Se você assim estiver na dúvida se deve ou não conversar com seu chefe, imagine o que vai acontecer se você não falar. Se o seu tempo no trabalho está realmente lotado por uma lista de atributos pesada demais, saiba que algo vai estourar: sua vida pessoal ou seu desempenho profissional. Caso não queira sacrificar nenhum dos dois, fale. "Não deixe passar muito tempo. Se você não produz, uma hora isso vai se voltar contra você", explica Alexandre. Mas, antes, pense se o seu problema não é reflexo da sua falta de organização, desânimo ou procrastinação. Esses são problemas que não devem ser resolvidos por seu chefe. 
Topo