Relacionamento

Esqueça os clichês sobre homens que te impedem de se relacionar

Lumi Mae/UOL
Ficar generalizando o comportamento masculino só dificultará a aproximação de alguém interessante imagem: Lumi Mae/UOL

Heloísa Noronha

Do UOL, em São Paulo

Certos chavões, em especial aqueles que dizem respeito ao comportamento, costumam atravessar gerações e sobreviver às mudanças na sociedade. "O cenário social ainda apresenta resquícios de antigos modos de pensar ou agir, o que provoca conflitos de valores e posturas", diz a psicóloga Carmen Cerqueira Cesar.

Ela conta que o fato de hoje as pessoas terem mais liberdade ainda assusta muita gente, que não teve a mesma facilidade para evoluir. Por isso, ideias pré-concebidas sobre como homens e mulheres agem no amor sobrevivem. Livrar-se de delas e desenvolver uma linha própria de pensamento é o ponto de partida para viver um relacionamento saudável. Veja por que cinco clichês que emperram a vida afetiva das mulheres devem ser esquecidos.
 

1. Homem tem medo de mulher bem-sucedida

 

Para Mara Lúcia Madureira, psicóloga cognitivo-comportamental, muitas mulheres não conseguem lidar direito com o sucesso profissional, a autonomia financeira e a vida amorosa ao mesmo tempo. "Aí, tendem a extrapolar os limites de suas conquistas sócio-econômicas, estendendo suas competições para o contexto amoroso e conjugal. Por agirem assim inconscientemente, costumam atribuir apenas ao homem o fracasso de suas relações", explica.

O psicólogo Rafael Higino Wagner afirma que comportamento feminino ajuda a perpetuar alguns mitos. "Todo homem gosta de saber que sua parceira é inteligente, articulada e bem-sucedida. Um dos ingredientes do romance é justamente esse: admirar o parceiro", diz. Porém, muitas mulheres que assumem cargos de chefia ou são autoritárias levam essa postura para a vida pessoal, atitude que dificulta qualquer paquera ou início de relação. É mais fácil, portanto, acreditar que os homens são medrosos do que refletir sobre o próprio comportamento.


2. Homem não resiste a uma cantada bem dada 

Segundo a psicóloga Carmen Cerqueira Cesar, hoje, os homens se garantem muito mais do que nas gerações passadas, em que tinham de sair com o maior número possível de mulheres para provar sua masculinidade. Atualmente, eles se sentem bem mais à vontade para dispensar uma candidata, e por vários motivos: estão satisfeitos com a vida sexual com a parceira que têm, não enxergam a mulher como objeto a ser consumido e descartado, não se sentem atraídos pela garota ou simplesmente não estão a fim.

Na opinião de Mara Lúcia Madureira, atualmente, a capacidade de resistir ou não às tentações está muito mais calcada nas experiências pessoais do que no gênero. "Esse não é um problema masculino, mas humano. Pessoas são mais ou menos vulneráveis às paixões, segundo suas crenças pessoais, sem que isso tenha nada a ver com seus pares", declara.
 

3. Homem não consegue ficar sozinho 


"Há algumas décadas, poderia ser verdade que homens tivessem dificuldade de permanecer sozinhos por longos períodos, devido ao condicionamento e à dependência da figura materna. Hoje, isso não faz nenhum sentido. Homens conseguem ficar solteiros, divorciados e viúvos por períodos tão longos e passar tão bem quanto qualquer mulher", diz a psicóloga cognitivo-comportamental Mara Lúcia Madureira.

Para Rafel Higino Wagner, os homens são mais práticos, lidam melhor com algumas situações e demonstram maior objetividade com o término de uma relação, o que pode passar a impressão de que sempre estão entrando em relacionamentos para não ficarem sozinhos. "Esse pensamento pode impedir que a mulher se entregue à relação", afirma. 
 

 

4. Homem não gosta de romance

 
Afirmar que os homens não gostem de romance é uma ideia preconceituosa. Para Rafael Higino Wagner, o que acontece é que a maioria sente um bloqueio para demonstrar os sentimentos de imediato, reflexo daquele pensamento de que "homem não chora". "Isso os faz serem mais controlados. Eles esperam mais para expressar as emoções, com medo justamente de sofrer. Mas vários apreciam o romance, sim", diz.

Acreditar nesse clichê e não dar tempo ao tempo, segundo o psicólogo, pode detonar uma relação promissora. "Muitas mulheres não têm paciência para que o homem mostre o quanto está envolvido e acabam intimidando o parceiro, pondo tudo a perder", conta Rafael.
 

5. Quanto mais difícil a mulher mais o homem a quer

 
Dificultar uma relação pode ser desestimulante e extinguir a chance de um romance. Carmen Cerqueira Cesar diz que o homem tem, sim, que sentir um espaço um pouco vazio para ele avançar com seu desejo. "Mas isso não tem nada a ver, como muitas pensam, com transar ou não no primeiro encontro", explica. "Caso se faça de difícil, o cara pode desistir e achar que ela não está interessada", diz Carmen.

O jogo de sedução muitas vezes alimenta o ego, pois não ter total certeza do que a outra pessoa sente é atraente e sedutor. Mas é necessário um mínimo de reciprocidade para que essa conquista continue, explica Rafael Wagner. "Homens se sentem atraídos por qualidades de uma mulher, e a rejeição não é combustível para nenhum sentimento. Se jogar de cabeça e deixar que o homem saiba todas as suas intenções pode acabar com a brincadeira da conquista, com a atração pelo desconhecido, mas ser inacessível com certeza afastará qualquer sujeito".
 

Topo