Comportamento

Maioria dos jovens dos EUA evita quem reclama sobre relacionamento

Wavebreakmedia/Shutterstock
Entre os jovens americanos, 64% admitiram que se mantêm distantes de um amigo ou familiar que reclama muito sobre seu relacionamento imagem: Wavebreakmedia/Shutterstock

Relax News

Entre os jovens americanos (de 25 a 34 anos), 64% admitiram que se mantêm distantes de um amigo ou familiar que reclama incessantemente sobre os problemas de seu relacionamento.

Esse é o resultado de uma pesquisa realizada com cerca de mil americanos com mais de 18 anos entre 29 de julho e 6 de agosto de 2013, divulgada pelo site de prestação de serviços Pearl.com e realizada pelo Wakefield Research.

"Os amigos podem ser ótimas fontes quando se trata de conselhos de namoro, mas, em um certo ponto, eles podem ficar cansados de ouvir sobre seus problemas e apenas dizer o que você quer ouvir, em vez de te dar o conselho que você realmente precisa", diz a coach Jennifer Kelman, do Pearl.com.

Entre homens e mulheres, a maioria dos entrevistados afirmou que tende a procurar uma amiga de confiança para receber um conselho. Já 30% dos pesquisados disseram que seus familiares são os mais propensos a dar maus conselhos sobre relacionamentos.

Na pesquisa, as pessoas entre 18 e 34 anos disseram que seus três principais problemas em um namoro foram decidir quando manter e quando desistir de um relacionamento (44%), tentar superar o ex (35%) e descobrir se o parceiro foi infiel (34%).

Além disso, 44% dos entrevistados afirmaram que se o problema de seu relacionamento fosse ter relações sexuais ruins, eles iriam levantar a questão com o seu parceiro. Do total, 28% dos pesquisados continuariam no relacionamento e esperariam que o sexo ficasse melhor, e 11% disseram que romperiam o relacionamento sem trazer a questão à tona.

Topo