Vida no trabalho

Cinco argumentos fortes ajudam você a conseguir uma promoção

Getty Images
Os melhores argumentos para uma promoção são aqueles baseados em dados, estatísticas e evidências imagem: Getty Images

Marina Oliveira e Rita Trevisan

Do UOL, em São Paulo


Bom mesmo é quando a promoção de cargo vem sem precisar pedir, como um reconhecimento da atuação profissional, fruto da chamada meritocracia, em que as posições hierárquicas são conquistadas por merecimento. Mas não é sempre que isso acontece, pois não basta trabalhar bem, é preciso saber como sentar frente a frente com o líder e conversar sobre o seu desenvolvimento profissional.

"Ao longo dos últimos anos, a forma de gerir a carreira sofreu grandes mudanças e, hoje em dia, a atuação profissional requer cada vez mais protagonismo dos colaboradores frente às organizações. Num cenário complexo e de transformação constante, falar com o gestor sobre uma promoção se torna uma tarefa imprescindível", explica Renata Oliveira, superintendente de Desenvolvimento Organizacional do Itaú Unibanco.

A conversa é mais fácil quando a relação com o chefe é transparente, o que permite alinhar, no dia a dia, as próprias expectativas com os objetivos da empresa. "Há diferença entre exigir uma promoção e conversar sobre a possibilidade de uma. Ter um papo franco é válido, mas é importante dizer que ninguém gosta de ser colocado na parede", diz o coach Alexandre Prates, especialista em liderança e desempenho organizacional e autor do livro "A Reinvenção do Profissional" (Novo Século).

Assim, ao expor ao líder o seu desejo, não se mostre insatisfeito ou injustiçado, nem tente se colocar no papel de vítima. Também é essencial fugir da comparação com outros profissionais. No momento da conversa, concentre-se em seus feitos. Além disso, vale lançar mão de argumentos certeiros. Para ajudá-lo nessa missão, pedimos aos profissionais de carreira que listassem as estratégias mais interessantes para serem utilizadas nesse tipo de negociação. Confira:

1. "Desde a minha contratação eu consegui..."

Ser comprometido, confiável e ter tempo de casa contam na hora de uma promoção. Mas não são fatores predominantes. É o resultado do trabalho desenvolvido que vai fazer diferença na hora em que o chefe tiver que escolher entre você ou algum dos outros colegas para ser promovido. Por isso, durante a conversa, prepare-se para mostrar ao gestor tudo o que conquistou e ajudou a alcançar desde a sua contratação.

"Os melhores argumentos são aqueles baseados em dados, estatísticas e evidências", diz Ramiro Zinder, especialista na gestão do comportamento humano no trabalho e doutor em psicologia pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Fuja das justificativas genéricas, como dizer que sempre esteve pronto quando a empresa precisou ou que nunca fugiu de desafios. A ideia é mostrar que você realmente se destacou em relação aos outros, sem, evidentemente, citar mais ninguém. "Apenas liste os seus êxitos", recomenda Zinder.

2. "Eu tenho uma proposta e gostaria de lhe apresentar"

Nada impressiona mais um gestor do que ver que o profissional elaborou um plano para o cargo que almeja. Se você trabalha na área comercial, por exemplo, pode apresentar uma estratégia para aumentar as vendas da equipe. Se trabalha na área financeira, pode chamar a atenção do seu chefe com um planejamento para redução de custos. A proposta sempre deve levar em consideração as necessidades daquela área. "Isso mostra preparo, engajamento e ambição. É algo que torna a proposta praticamente irrecusável", diz o coach Alexandre Prates.

3. "Estou pronto para assumir novas responsabilidades"

Você não deve dizer que quer um salário maior –ainda que isso seja algo importante e esperado–,  mas, sim, que quer desafios maiores. Deixe claro para o seu gestor que vislumbra, nesse outro cargo, uma oportunidade de aprendizado e de prática dos conhecimentos e habilidades adquiridas até então. “Destaque o quanto você e a empresa ganharão com a concretização dessa ação, os diferenciais que você possui e como eles serão potencializados a partir das novas possibilidades que vão se abrir. Indique, ainda, o quanto você está disposto a aprender", diz Renata Oliveira.

4. "Adquiri conhecimentos que ajudaram no meu desenvolvimento profissional"

Falar sobre cursos de longa ou curta duração, como workshops, MBA e pós-graduação, realizados desde a sua contratação, mostram o quanto tem investido em você. Só não caia no erro de listar uma série de cursos que nada tenham a ver com a área em que trabalha ou em que almeja atuar. “Vale dizer o que aprendeu e como pode aplicar esses conhecimentos na prática, assumindo uma nova função. A ideia é dar uma dimensão para o gestor do quanto você pode contribuir para a empresa com o que adquiriu”, diz o coach Alexandre Prates.

5. “O meu plano de carreira inclui crescer na empresa”

Dizer para o seu chefe que você quer continuar naquela corporação, crescendo e adquirindo novas responsabilidades, demonstra que tem um propósito profissional. De acordo com Alexandre Prates, muitas empresas sentem falta daquele contratado com o qual podem contar e no qual podem investir com segurança, percebendo que ele não enxerga o atual trabalho como um trampolim para outra oportunidade.

Porém, antes de dizer que quer galgar postos mais altos, certifique-se de que a empresa tenha uma política de carreira para os empregados. “Algumas preferem selecionar candidatos externos em vez de promover uma seleção interna. Nesse caso, o melhor mesmo é procurar outra organização, que possua políticas de promoção explícitas e transparentes”, diz Ramiro Zinder.

Mas o que fazer se o seu chefe disser “não”?

Se a resposta do outro lado não for a que você esperava, aproveite para questionar o seu chefe e obter respostas que vão ajudá-lo a nortear suas ações futuras. Comece por: “Estão faltando habilidades em mim ou é a empresa que não tem recursos no momento?”. Caso o gestor indique a primeira opção, peça que ele lhe aponte o que precisa ser melhorado para atingir o seu objetivo. Absorva o feedback e use-o para se desenvolver, e não para baixar o seu desempenho profissional.

J

Topo