Vida no trabalho

Dez estratégias ampliam suas chances profissionais no LinkedIn

Getty Images
Participar de discussões e seguir empresas do seu interesse estão entre as dicas imagem: Getty Images

Caio Lauer e Suzel Tunes

Do UOL, em São Paulo

O Brasil é o terceiro maior país do mundo em número de usuários do LinkedIn. A rede registra, por aqui, 18 milhões de inscritos, e fica atrás apenas da Índia, segunda colocada, e dos Estados Unidos, em primeiro lugar. Em todo o planeta, 313 milhões de profissionais utilizam a rede social corporativa para construir uma imagem positiva no mercado de trabalho, ampliar e fortalecer contatos e, assim, conseguir oportunidades de emprego.

"Nossa missão é conectar os profissionais de todo o mundo, ajudando-os a serem mais produtivos e bem-sucedidos", afirma Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação do LinkedIn na América Latina. Segundo Fernanda, se a pessoa entra na rede com frequência, atualizando o perfil e compartilhando notícias, acaba sendo percebida com mais facilidade pelos colegas e empregadores.

Mas o LinkedIn não é útil apenas no momento de buscar oportunidades. Para Alberto Valle, consultor em marketing digital e mídias sociais, a rede ajuda a construir uma boa reputação profissional. "Ter uma imagem positiva, construída dia a dia na rede social, faz toda a diferença no mundo corporativo", afirma.

A popularidade do LinkedIn cresce a cada ano, mas muita gente ainda não sabe como tirar proveito dos recursos que ele disponibiliza. Se você faz parte desse time, confira dez estratégias para explorar seu perfil com mais eficiência:

1. Programe-se para acessar com frequência

Crie rotinas de uso do LinkedIn e trace um objetivo inicial. Você quer uma recolocação ou apenas fortalecer as relações profissionais? Planeje, também, quantos minutos do dia serão dedicados à navegação. "Eu mesmo dedico 45 minutos diários para o LinkedIn e já tenho uma boa noção de quem é realmente engajado por lá ou não", diz Valle. Ele afirma que ter um perfil organizado é uma boa base, mas o grande diferencial é a interação com outros profissionais.

2. Incremente seu perfil

Assim como um bom currículo, o perfil do LinkedIn precisa ter conteúdo relevante. Além das informações básicas, como resumo da carreira e experiências profissionais, é permitido incluir vídeos, áudios, apresentações e o portfólio, que ajudam a contar com muito mais detalhes a sua trajetória. A foto também não pode faltar: "Perfis com foto são 14 vezes mais visualizados", afirma a gerente do LinkedIn.

3. Use palavras-chave

De acordo com Fernanda, as principais formas de cruzar informações na rede são baseadas em palavras-chave. "Por isso, o perfil tem de conter informações completas e concisas, utilizando palavras e expressões pertinentes à área de atuação, para ser encontrado com facilidade pelos recrutadores e demais profissionais", explica.

4. Compartilhe apenas conteúdo de cunho profissional

Muita gente evita se expressar no LinkedIn com receio de prejudicar a própria imagem. A dica aqui é: compartilhe e faça comentários sem medo, desde que sejam pertinentes à carreira. "No caso da disputa de uma vaga, o recrutador verificará os posts do candidato. Ao encontrar informações de caráter pessoal, pensará duas vezes antes de chamá-lo para o processo seletivo", diz Eduardo Ferraz, especialista em gestão de empresas pela PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

5. Fortaleça sua rede de contatos

Estabelecer conexões com pessoas influentes é uma das grandes oportunidades que o LinkedIn oferece. Procure relacionar-se com profissionais com os quais você tenha algum vínculo ou que sejam referência em sua área ou em áreas relacionadas. De acordo com Ferraz, para convidar desconhecidos a fazer parte da sua rede, é melhor personalizar a mensagem. "Utilizar a padrão pega mal. Se a pessoa verificar que existe algum alinhamento com o seu perfil, provavelmente aceitará o convite".

6. Participe ativamente de grupos de discussão

Atualmente, existem mais de 2 milh

7. Utilize as recomendações

Ser recomendado por outros profissionais é fundamental para a construção de uma boa reputação no LinkedIn. Recomendar também é importante, pois boas indicações refletem positivamente na carreira. "Temos a recomendação por escrito, que deve ser feita para aqueles profissionais que você realmente admira e valoriza. Também oferecemos as indicações de competências pré-estabelecidas, que são bastante úteis como palavras-chave, uma vez que os recrutadores buscarão termos relacionados no momento de um processo seletivo", explica Fernanda Brunsizian.

Muitos profissionais trocam reconhecimentos de competências, mas elas devem ser coerentes e feitas apenas com pessoas com quem você já teve algum tipo de relação na carreira ou cujo trabalho você realmente conhece.

8. Siga as empresas em que gostaria de trabalhar

A maior parte das organizações possui páginas corporativas no LinkedIn. Nesse espaço, muitas delas publicam notícias sobre produtos, serviços e ações de marketing, entre outras informações. Estar por dentro dessas novidades pode fazer a diferença na entrevista de emprego. "No perfil da companhia, também é possível verificar os valores da empresa, o que ela espera dos funcionários e como é o ambiente de trabalho", afirma a gerente do LinkedIn.

9. Conheça a plataforma de publicação

Principal novidade do LinkedIn nos últimos tempos, o recurso funciona como um publicador de artigos. Diferente da postagem comum, essa opção permite que o profissional redija textos mais longos e se posicione perante sua rede de contatos sobre determinado assunto, tornando-se uma possível referência. Você pode alterar o tipo e o tamanho da fonte dos textos e incluir títulos, subtítulos e links. A opção fica habilitada no mesmo local da publicação de posts, destacada com um ícone de lápis.

10. Considere adquirir uma conta paga

A opção paga do LinkedIn fornece algumas ferramentas extras, que são indicadas especialmente para quem está em busca de recolocação profissional. Ao se candidatar a uma vaga bastante concorrida, por exemplo, você será um dos primeiros profissionais apresentados ao recrutador. A conta paga também possibilita enviar mensagens a profissionais que não fazem parte de suas conexões, mas com os quais você tem muito interesse em se relacionar.

Topo