Sexo

Orgasmo deixa você com a "língua solta"

Getty Images
Durante o orgasmo, o cérebro recebe grande quantidade de oxitocina imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

 

Orgasmo não é bom apenas para a sua sexualidade, ele também pode ajudá-lo a se comunicar melhor com seu parceiro. Segundo um estudo da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, após alcançar o ápice do prazer, as pessoas ficam mais propensas a fazer confidências aos seus companheiros. As informações são da versão online do jornal britânico "Daily Mail".

O efeito acontece graças a oxitocina, também conhecida como "hormônio do amor", que é liberada durante a satisfação sexual.  "A comunicação pós-coito está ligada ao deleite sexual e do relacionamento. Por essa razão, a 'conversa de travesseiro' pode desempenhar um papel fundamental na manutenção da intimidade", disse Amanda Denes, professora-assistente da universidade e principal autora do estudo.

De acordo com a pesquisa norte-americana, a oxitocina inunda o cérebro imediatamente após o orgasmo. Os níveis elevados da substância estão relacionados ao maior senso de confiança, além de baixas de cortisol, hormônio do estresse. Essa combinação pode criar um ambiente no qual as pessoas se sintam seguras para divulgar informações e fazer declarações ao par.

Segundo Tamara Afifi, professora da professora da Universidade Iowa (EUA) e co-autora do estudo, a mistura do álcool com o sexo também pode fazer as pessoas revelarem segredos. Porém, os que bebem falam de assuntos menos importantes do que os que têm orgasmo.  Os resultados da pesquisa afirmam que a satisfação sexual pode neutralizar os efeitos negativos do consumo de álcool sobre a comunicação após a atividade sexual.

 

Topo