Comportamento

Câmara faz audiência para ouvir "ex-gays" vítimas de preconceito

UOL
Deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) imagem: UOL

Do UOL, em São Paulo

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados marcou esta quarta-feira (25), às 14h, uma audiência pública com o objetivo de ouvir depoimentos de "ex-gays" e discutir os problemas que enfrentam na sociedade.

De acordo com reportagem publicada pelo UOL em abril, a audiência foi solicitada pelo deputado e pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP). A ideia gerou controvérsia na comissão. Alguns parlamentares quiseram barrar a realização do encontro dizendo que ele era uma tentativa de ressuscitar a "cura gay", proposta pela qual Feliciano ficou conhecido, em 2013, quando era presidente da comissão.

"Fomos procurados por um grupo relativamente grande de pessoas que afirmam que têm sido vítimas de preconceito quando decidem parar de ser em gays. Primeiramente, eles sofriam preconceito por serem gays e agora sofrem porque deixaram de ser. O objetivo dessa comissão não é ouvir minorias? Qual o problema em ouvi-los?", disse o deputado em entrevista ao UOL na época.

De acordo com o site da Câmara dos Deputados, a audiência acontecerá no plenário e serão ouvidos oito expositores, entre eles, pastores, psicólogos, um especialista em políticas sobre drogas e uma missionária.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Topo