Comportamento

Traseiro gigante faz mulher perder a fé no amor

Reprodução/Twitter/Daily Mail
Africana é vítima de preconceito por conta do tamanho do seu quadril imagem: Reprodução/Twitter/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

Diferentemente de Kim Kardashian e Nick Minaj, celebridades famosas também pelo tamanho de suas nádegas, a africana Lerato Pitso, 50 anos, conta que sofre discriminação por conta de seu traseiro avantajado. Segundo ela, esse é o motivo de nunca conseguir encontrar um amor verdadeiro, pois os homens só querem levá-la para a cama. As informações são da versão on-line do jornal britânico "Daily Mail".

"Cheguei a cogitar suicídio por não me sentir boa o suficiente para ser amada. Estou perdendo as esperanças, pois eles só me veem como um objeto sexual", falou em entrevista ao periódico. 

Com 120 kg, a africana, que trabalha com pesquisa de mercado, diz que é motivo de chacota e que, muitas vezes, percebe os sussurros e olhares espantados por onde passa. "Consigo ouvir o obturador da câmera e quando me viro, vejo pessoas tirando fotos do meu traseiro." E, apesar da questão amorosa, Lerato afirma que seus piores inimigos são do sexo feminino.

Embora já tenha tentado perder peso no passado, ela diz que os quilos a menos não fizeram diferença para o tamanho do seu quadril. Porém, em fevereiro deste ano, decidiu entrar em um programa de emagrecimento após sofrer uma embolia pulmonar.

Topo