Comportamento

Mulher que sofreu queimaduras com óleo faz vaquinha por "rosto novo"

Reprodução/Facebook
À esquerda, foto de Lidia antes do incidente imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

A gaúcha Lidia Kinipel, 32 anos, criou no último dia 12 uma conta em um site de vaquinhas a fim de conseguir R$ 10 mil para fazer reparos estéticos em seu rosto, que sofreu queimaduras graves há cerca de dois anos. A estudante de enfermagem foi agredida com óleo quente, enquanto dormia, pela filha, que, à época, tinha 13 anos. A menina ficou detida na Fase (Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul) por um ano e meio e, há cerca de um mês, está foragida. 

Lidia está internada, pois conseguiu pelo SUS (Sistema Único de Saúde) fazer uma cirurgia para voltar a ter os movimentos da boca e pescoço. Em breve, ela passará por outro procedimento para recompor o couro cabeludo, que também foi atingido.

Em conversa com o UOL Comportamento, a gaúcha disse que seu principal objetivo é conseguir se olhar no espelho novamente, além de terminar a parte prática do curso de enfermagem, que teve de ser interrompido. Os estágios que teriam de ser cumpridos em hospitais não foram feitos por causa do risco de contaminação.

Sobre o valor solicitado, ela disse que pesquisou e conversou com outras pessoas que sofreram acidentes parecidos para saber uma média do que precisará gastar.

Atualmente, ela cumpre o afastamento de dois anos concedido pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e recebe um valor de R$ 780 por mês.

Topo