Comportamento

Movimento no Facebook quer unir mulheres pela segurança nas ruas

Reprodução/Facebook
Arte criada para divulgar o movimento "Vamos juntas?" imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

Há cerca de 27 horas, a jornalista Babi Souza e a assistente de arte Vika Schmitz decidiram criar uma página no Facebook em prol da segurança feminina. A comunidade "Vamos juntas?", propõe que as mulheres caminhem juntas quando sentirem medo de estar em um lugar que ofereça perigo, como um terminal de ônibus, por exemplo.

As autoras da ideia moram em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, e repararam que a reação das mulheres ao se verem sozinhas em uma rua escura é andar o mais rápido possível para o seu destino --que, muitas vezes, é o ponto final de tantas outras.

"Só as mulheres entendem o alívio de olhar para trás na rua e ver que a pessoa que está caminhando atrás  é outra mulher. Na próxima vez que estiver em uma situação de risco (noite, lugar pouco movimentado), observe: ao seu lado pode estar outra mulher passando pela mesma insegurança. E se vocês percorressem juntas esse trecho do caminho? De quebra você ainda bate um papo e, quem sabe, faz uma amiga", diz um comunicado na página da rede social. 

De acordo com Babi,  o objetivo é mais provocar o olhar das pessoas para quem está por perto. "O mais importante é ver que as meninas se identificam com a situação, que se sentem assim e percebam que quando você sente medo, ao lado, também pode ter alguém na mesma situação", afirmou.

A interação na página entre mulheres de vários cantos do Brasil, como São Paulo e Fortaleza está fazendo surgir novas ideias para que ninguém corra mais riscos por estar sozinho. "Elas estão combinando com amigas e também pessoas desconhecidas e que fazem o mesmo caminho todos os dias para irem juntas".

O movimento já tem cerca de 5 mil curtidas. E você, o que achou a ideia? Deixe sua opinião no campo de comentários abaixo.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Topo