Comportamento

Narcisistas como Alex de "Verdades Secretas" exploram sexualmente o par

Tata Barreto/TV Globo
Narcisistas sexuais como Alex (Lombardi, na foto com Camila Queiroz) tendem a ser dissimulados imagem: Tata Barreto/TV Globo

Yannik D´Elboux

Do UOL, no Rio de Janeiro

 

Ciente do fascínio que exerce, Alex (Rodrigo Lombardi), de “Verdades Secretas” (Globo), não tem limites para conseguir o que quer. O antigalã da novela das 23h casou com a mãe (Carolina/Drica Moraes) do seu objeto de desejo (Angel/Camila Queiroz) para ter a ninfeta à sua disposição. Relacionamentos com indivíduos com o perfil do personagem –preocupados apenas com a própria satisfação– costumam ser difíceis e problemáticos. Além disso, narcisistas tendem a trair mais e a explorar sexualmente o parceiro.

Essa tendência foi observada em uma pesquisa da Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, realizada com 123 casais recém-casados.

Segundo Laura Widman, professora do Departamento de Psicologia da instituição e uma das responsáveis pelo estudo, a pesquisa teve como foco analisar a relação entre narcisismo sexual e infidelidade. “Mesmo satisfeitos sexualmente e no relacionamento, descobrimos que o narcisismo sexual estava relacionado à atitude de trair o parceiro.”

O comportamento tem como principais características a tendência a explorar ou usar sexualmente o parceiro, a falta de empatia com os sentimentos do outro e uma valorização excessiva das próprias habilidades sexuais. É comum, por exemplo, os narcisistas acreditarem que são excelentes amantes.


“A combinação desses traços pode levá-los a serem mais dissimulados e terem menos remorso quando traem”, afirma a professora Laura.

O forte impulso sexual costuma ser outra característica marcante dos narcisistas, de acordo com o psiquiatra Marco de Tubino Scanavino, responsável pelo Aisep (Ambulatório de Impulso Sexual Excessivo e de Prevenção aos Desfechos Negativos Associados ao Comportamento Sexual) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, ligado à Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo). 

Porém, nem todos os indivíduos com esse traço de personalidade são narcisistas sexuais. Segundo Scanavino, alguns estudos estimam a prevalência do narcisismo em 1% da população, com maior incidência entre homens.

Falta de empatia

“Ele se achava o deus do sexo, sabia até alguns truques, mas era frio, não dava beijos prolongados”, conta Ana* (nome fictício), 46, professora de artes do Rio de Janeiro, que foi casada por pouco mais de dois anos com um homem narcisista, em um relacionamento permeado por mentiras e traições.

O psicólogo clínico Frederico Mattos, autor do livro “Relacionamento para Leigos” (Alta Books Editora), explica que, para o narcisista, o parceiro é sempre uma plateia, que deve girar em torno dele para reverenciar suas ações, gestos, palavras e supostas virtudes. “Quando o parceiro não dá a ‘deixa’ para o narcisista brilhar, ele é punido, seja com agressão ou negligência”, diz.

Como se livrar

A autoestima de quem convive com um narcisista vai sendo corroída aos poucos. Além disso, segundo Frederico Mattos, também é difícil ter de lidar com as oscilações constantes de humor do tipo, geralmente muito reativo a vitórias e derrotas.

Terminar um relacionamento assim costuma ser um processo longo e demorado. O psicólogo explica que são comuns as ameaças e os jogos envolvendo culpa e medo. “Então começa um ciclo de bons tratos até que a pessoa esqueça e venham as fases de descaso e altos e baixos emocionais.”

É exatamente por isso que está passando Ana. “Ele fazia tudo para me agradar, comprava roupas”, conta. Depois desses períodos de adulação, vinham as mentiras e os momentos em que o marido a ignorava completamente.

Mesmo sabendo de sua condição narcisista e do mal que ele lhe causa, a professora de artes, que agora vive separada do marido, ainda não conseguiu se desvencilhar dele completamente. “É muito difícil. Tenho atração física, e alguma coisa ainda me prende a ele”, diz.

Para quem tem dificuldade de sair desse tipo de relacionamento, o melhor caminho é buscar ajuda terapêutica, além de procurar o apoio da família e dos amigos.

Perguntas para identificar um parceiro narcisista sexual

1 - Quando se trata de sexo, meu parceiro só se preocupa com o prazer dele ou ele também demonstra cuidado e preocupação com meu prazer e satisfação?

2 - Meu parceiro me pressiona ou coage para fazer sexo, mesmo quando não estou com vontade?

3 - O sexo é sempre uma exigência para o meu parceiro?

4 - Quando digo não para o sexo, meu parceiro se torna mal-humorado ou manipulador?

5 - Meu parceiro acha que é um amante excepcional, mesmo não sendo?

Topo