Equilíbrio

Sabe o que significa sonhar que está caindo? Cursos ajudam a decifrar

Getty Images
Segundo o psicólogo e psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, os sonhos de um indivíduo trazem informações valiosas sobre ele imagem: Getty Images

Daniela Venerando

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Os analistas junguianos --profissionais que seguem os métodos e conceitos do psicólogo e psiquiatra suíço Carl Gustav Jung (1875-1961)-- acreditam que todos os dias o inconsciente dá um presente a cada indivíduo. São os sonhos que trazem informações valiosas sobre as pessoas. Em busca de autoconhecimento, há quem se inscreva em cursos para interpretá-los.

Mediado por um analista junguiano, os grupos se encontram semanal ou quinzenalmente, durante duas horas, para discutir os próprios sonhos.

“O sonho tem uma linguagem simbólica e aparentemente não faz o mínimo sentido, parece até bobo. Quando uma pessoa o analisa em profundidade, percebe que existe coerência e uma grande sabedoria”, afirma a psicoterapeuta e analista junguiana Marion Rauscher Gallbach, coordenadora do Núcleo de Sonhos da SBPA (Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica) e mediadora há 30 anos de vários grupos, com integrantes na faixa etária entre 25 e 60 anos.

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Segundo Jung, o sonho manda recados do inconsciente e pode servir como forma de compensação ou complementação a fim de reestabelecer o equilíbrio da mente.

Para compreender melhor essa ideia, é só pegar o exemplo de uma pessoa que sofre de sentimentos de insegurança e inferioridade e, em um sonho, vê-se no papel de um herói. É como se o inconsciente dissesse: “Você está sofrendo por ser inseguro, melhore isso para ser mais feliz”.

“O significado do sonho é sempre aquilo que a pessoa precisa perceber para se tornar quem ela realmente é, por isso ele é terapêutico”, declara Marion, autora do livro "Aprendendo com os Sonhos" (Paulus).

Na prática, o psicoterapeuta ajuda a pessoa a fazer o processamento do próprio sonho, observando tudo o que está presente em sua estrutura dramática e estimulando um detalhamento minucioso de todas as partes. É como entrar em um filme, interagir com os personagens e tentar descobrir o final (a solução).

Depois de compartilhar a informação, o significado se revela. E os especialistas garantem que é muito mais fácil e rico interpretar um sonho em grupo do que sozinho.

“Tenho grupos que estão há anos juntos. Cria-se uma cumplicidade entre eles incrível e muitas coincidências significativas, que Jung chama de sincronicidade. Não é raro o grupo sonhar com o mesmo tema ou ter o mesmo símbolo repetido no sonho de cada um”, diz o filósofo e psicoterapeuta junguiano Ascânio Jatobá, que anota diariamente todos os seus sonhos, há mais de 30 anos.

Para Denise Ramos, professora titular do programa de psicologia clínica da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, entender o sonho é uma questão de prática.

“Aconselho todos os meus alunos e pacientes a pegar um caderno e anotar os sonhos com frequência. Depois de um tempo, é possível entender esse universo e utilizar todas essas informações preciosas para equilibrar a vida. Jung mesmo falava que se uma pessoa lembrar dos seus sonhos todas as noites, dificilmente, ela fica doente.”

Interpretando sonhos

Ser perseguido está entre os enredos mais comuns, segundo o livro "The Top 100 Dreams” (os cem principais sonhos, em tradução livre do inglês) do psicólogo escocês Ian Wallace, que estuda sonhos universais há 30 anos. Outros temas corriqueiros são ficar nu, voar, cair bruscamente, perder um dente, entre outros.

Acompanhe a seguir a interpretação genérica de alguns sonhos comuns, que podem mudar de significado de acordo com o contexto pessoal.

Caindo

Sonhar que está em um ambiente seguro --e com aparentemente tudo sob controle-- até que as pernas cedem e se começa a cair em um poço sem fundo está ligado ao medo de falhar em situações do dia a dia. Normalmente, o sonho surge quando você percebe que não poderá controlar totalmente algo em que está envolvido. Então é hora de parar de se cobrar tanto e abrir mão da responsabilidade, aceitando que certas coisas acontecem sem que você possa impedir.

Perseguição

Esse sonho costuma causar profunda angústia. Há um problema a enfrentar, mas você tem medo e tenta fugir dele. A única saída é estabelecer um diálogo com o perseguidor: quem é ele, afinal? É um alerta de que você precisa enfrentar uma situação em vez de sair correndo. Pode-se tornar recorrente caso você se recuse a encarar a questão.

Voo

Voar é uma forma de aliviar as tensões e costuma ser mais frequente em jovens. Pode significar às vezes o receio de fazer alguma coisa muito ousada e não se dar conta de que é necessário aterrissar, fincar o “pé no chão”. Ou seja, entrar em contato com a realidade e lidar com as coisas do cotidiano.

Nu em público

Você está se sentindo muito fragilizado, sem proteção. Tem medo de ser exposto, ridicularizado, sofrer bullying ou rejeição. Pode ser também um momento de transformação, não sei com que roupa eu vou. Estou mudando, preciso de uma forma diferente de me comportar no mundo.

Descontrole do carro

Você acelera e dirige sem controle, dando trombadas. Está relacionado ao modo de conduzir sua vida. Você está dirigindo mal e suas atitudes demonstram isso. Desacelere, observe e mude o caminho, em outras palavras, seu comportamento.

Onde fazer cursos de interpretação de sonhos

São Paulo

Marion Rauscher Gallbach (www.grupodevivenciadesonhos.com.br)

Contato: mariongallbach@uol.com.br

Preço: entre R$ 300 e R$ 400 (dependendo do número de participantes)

Ascânio Jatobá (www.cursodesonhos.com.br)

Preço: R$ 330

Rio de Janeiro

Ligia Fuentes

Contato: lafuentes@uol.com.br

Preço: R$ 350

Brasília

Eliane Berenice Luconi

Contato: niceluconi@terra.com.br

Preço: R$ 300

Topo