Comportamento

Você tem inclinação para o sadomasoquismo?

thinkstock
imagem: thinkstock

Você não precisa ter um chicote ou uma algema guardados na gaveta para gostar de dominar ou ser dominado. Isso tem muito mais a ver com a atitude durante o sexo. Descubra sobre suas preferências neste teste elaborado com a consultoria da sexóloga Carla Cecarello.

  • thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Sexo sem tabus

    Você não tem preferência em dominar ou ser dominado, o que importa é curtir o sexo sem preconceitos e levando em consideração o que dá prazer a você e ao outro. Pode acontecer de um dia você estar mais autoritário na cama e no outro querer ser comandado. Isso significa que, no fim das contas, você nem sempre precisa de um fetiche para chegar ao ápice do prazer. A sua relação tem mais a ver com química e intimidade do que com fantasias.

  • thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Tendência ao masoquismo

    No sexo, você abre mão das suas vontades para agradar ao outro e sente prazer quando é comandado. 'É uma pessoa que não necessariamente gosta de ser machucada, mas que se submete à situação de estar sempre em desvantagem, de ser dominada', explica a sexóloga Carla Cecarello. Você, provavelmente, gosta de se sentir comandado. Use isso a seu favor, criando fantasias e experimentando novas formas de sentir prazer.

  • [[pts]] de 60 pontos

    Tendência ao sadismo

    Você é quem manda no sexo, gosta de dar ordens e sente prazer em ver que o outro está se submetendo. 'O sádico é quem impõe o controle, ele gosta de dar um tapinha mais forte para mostrar que o poder daquela relação é dele', diz a sexóloga Carla Cecarello. A sua satisfação está em perceber que o outro está vulnerável e que poderá fazer o que tiver vontade. O único cuidado é encontrar um par que goste de fazer o papel de dominado e que também curta as suas fantasias.

  • [[pts]] de 60 pontos
Topo